Postagem em destaque

NOVO COMANDO NA GUARDA PORTUÁRIA DO RIO DE JANEIRO

Capitão reformado da Polícia Militar, Hugo, já comandou a Guarda Portuária em outra oportunidade No dia seis de setembro, o presid...

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

0

OPERAÇÃO SALVA VIDAS PRENDE UMA PESSOA POR TRÁFICO NO CONCAIS



A Delegacia da Polícia Federal (PF) no Terminal de Passageiros Giusfredo Santini (Concais), no Porto de Santos, divulgou neste domingo (15)  uma parcial da Operação Salva Vidas 3, iniciada na última quinta-feira (12), quando do início de embarque para os cruzeiros de Carnaval. No período, 11 transatlânticos operaram ali.
Até o final da tarde de domingo, o resultado era de uma pessoa presa por tráfico de drogas, ao tentar embarcar com maconha. Além dessa prisão, foram registrados 21 termos circunstanciados por porte de entorpecente.
Na maioria dos flagrantes, os suspeitos escondiam a droga no próprio corpo. A corporação não divulgou a quantidade de drogas apreendidas. Mas explicou que um dos quesitos para estabelecer a diferença entre os casos de porte e tráfico está na quantidade trazida pelos averiguados.
“A quantidade apreendida em toda a operação é pouca, mas a variedade é grande. As drogas mais encontradas foram ecstasy e maconha, seguidas de LSD, cocaína e lança perfume”, explica a delegada da Polícia Federal, Cassiana Saad de Carvalho.
A operação contou com apoio da Polícia Militar, Guarda Portuária e Receita Federal. Além dos scanners para analisar as bagagens, cães farejadores também atuaram no terminal. (DP)



*Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor. O nosso papel é apenas manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto.

*Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES