Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

quinta-feira, 2 de abril de 2015

0

GUARDA PORTUÁRIO EVITA SUICÍDIO EM PORTO VELHO - RONDÔNIA


Uma ação da Guarda Portuária impediu o suicídio de um homem na tarde desta quarta-feira (01) na cidade de Porto Velho - RO.

Um agente da Guarda Portuária junto à Sociedade de Portos e Hidrovias do Estado de Rondônia – SOPH impediu um senhor que tentava o suicídio por atropelamento na Avenida Farquar, na capital do Estado.
De acordo com o Guarda Portuário que participou da ação, o senhor já se encontrava no meio da via e estava causando tumulto no trânsito, sendo atendido inicialmente por militares da guarda do Exército em razão da proximidade da vila militar.
Após o primeiro contato e a retirada do cidadão pretenso suicida da via, foi acionado o Corpo de Bombeiros Militar, que assumiu a ocorrência instante depois.

A negociação para que a vítima desistisse de tirar a própria vida foi conduzida por dois bombeiros militares. Após conversar e acalmar o senhor, o militar conseguiu tirar com segurança o cidadão da via, fazendo com que a ocorrência terminasse de forma positiva.
O sucesso da ocorrência foi devido à técnica, coragem e experiência dos bombeiros e a tragédia foi evitada por um Guarda Portuário que passava pelo local.



*Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. O nosso papel é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                
*Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES