Postagem em destaque

CONPORTOS PRORROGA VALIDADE DOS CERTIFICADOS DO CESSP

A prorrogação se deu diante da impossibilidade da realização do Curso de Atualização dos Supervisores de Segurança Portuária - CASSP, ...

terça-feira, 15 de setembro de 2015

4

GUARDA PORTUÁRIO É RECEBIDO PELO PRESIDENTE DA CDP


Cileno Borges assume o papel que deveria ser realizado pelos diretores do sindicato da categoria.

Na data de hoje, 15 de setembro, em reunião na sala da Presidência Companhia Docas do Pará (CDP), o presidente, Parsifal de Jesus Pontes, recebeu o guarda portuário Cileno Borges, após este ter agendado audiência na última segunda-feira (07).
Agradecendo a oportunidade, Cileno reiterou ao presidente a necessidade de resguardar os empregados da CDP contra possíveis novas perseguições, geralmente promovidas por ocupantes de cargos comissionados, que cometem equívocos de gestão, precarizando e suprimindo postos de serviços dos efetivos, principalmente, os cargos que considerados atividades-fim do Sistema Público Portuário - GUARDA E AUXILIAR PORTUÁRIOS, e que não aceitam que certos empregados alertem a Diretoria da Cia, seus colegas de casa e a sociedade em geral quanto a esses equívocos, lembrando ainda que estes comissionados nunca são responsabilizados ou destituídos dos cargos quando comentem tais equívocos, recaindo sempre sobre o nome da empresa, a pessoalidade de seus atos e condutas.
Cileno reiterou, em particular, o assédio moral que vem sofrendo, caracterizado por um sem número de comunicações, PADs e Sindicâncias que tem sido instaurado gratuitamente contra si, só por que tem sido um dos empregados que tem questionado há anos esses equívocos, alertando as razões banais que ensejam essas apurações e a forma tendenciosa como esses processos tem transcorrido, além do tempo demorado que se leva para concluí-los.
Alertou ainda para a precariedade do serviço na área operacional e segurança portuária, onde existe demanda reconhecida (caracterizada por exonerações não repostas, empregados em cargos comissionados e acúmulos e desvios de função) para a nomeação de novos concursados, dentre eles conferentes de cargas e fiéis de armazém, já que o PES - Plano de Empregos e Salários - nem corrigiu, adequou ou acabou com esses desvios, lembrando que a CDP já chamou quase 40 assistentes administrativos - cadastro de reserva - para o polo de Belém (que engloba o Edifício Sede, Porto de Belém e Terminais de Miramar e Outeiro), mas não chamou ninguém para a área operacional desse mesmo polo, fato que faz com que os guardas portuários, por exemplo, há anos venham atuando como conferentes de cargas, deixando de priorizar a segurança e vigilância portuária.
O presidente agradeceu as informações prestadas pelo empregado, afirmando que não concorda com perseguições, só pelo fato de um empregado alertar a empresa, quanto a certas inconsistências, tendo as mesmas, base legal e por se tratar a liberdade de expressão um direito constitucional, reconhecendo que tais alertas vêm somar e ajudar para ajustar as correções na CDP, muitas das quais, agora sendo feitas por força de ações do MPT, MPU, TCU E MPE.

O presidente ainda espera contar com a colaboração de todos para A CONSECUÇÃO DO PLANO DE CONTINGÊNCIA para a segurança dos portos que administra determinado pela Justiça, promover o distrato dos cerca de 170 terceirizados que atuam nos postos da GUARDA PORTUÁRIA e, assim, resguardar a CDP contra futuras ações judiciais por descumprimento de regramentos legais e Termos de Ajuste de Conduta (TAC), manifestando que as portas de seu gabinete estão sempre abertas aos empregados da CDP.

A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                          
* Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.



4 comentários:

  1. MUITO BOA A INICIATIVA DO COMPANHEIRO.
    MAS ONDE ESTA ESTE SINDICATO OU ONDE ESTÃO OS SINDICATOS DA GUARDA .
    QUE DEIXAM AS GUARDAS PORTUÁRIAS EM SITUAÇÃO DE ABANDONO GERAL.

    GP ALEXANDRE - ES

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ENQUANTO OS POLPUDOS SALARIOS DESSES PDEUDOS SINDICALISTAS FOREM PAGOS PELA ROPRIA DIRETORIA DA CDP NADA A QUE SE ESPERAR DESSES SINDICATOS.

      ERASMO IMBIRIBA
      DOQUEIRO DE VILA DO CONDE

      Excluir
  2. A INICIATIVA QUE O CILENO TOMOU,DEVERIA SER TOMADA POR AQUELES
    QUE FORAM VOTADOS PELA CLASSE PARA REPRESENTALOS,MAS POR MEDO
    OU INCOMPETECIA OU ALGO MAIS QUE NÃO VOU COMENTAR,NÃO OS FAZEM.
    E O NOSSO PESSOAL CONTINUA VOTANDO NESTES MUI(DIGNOS) REPRESENTANTES.
    ATÉ QUANDO VAMOS ALIMENTAR ESTES ELEMENTOS.
    Os PARABENS CILENO CONTINUE A SUA LUTA PARA O BEM DE TODA A CATEGORIA.

    Att; LÚCIO RICARDO NATAL
    DIRETOR DO SINTAC
    STA CATARINA.

    ResponderExcluir
  3. Esse cara sosinho faz mais que esses dois sindicatos patronal juntos.

    RENATO BARROS
    EX CEDEPEANO

    ResponderExcluir

LEGISLAÇÕES