Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

sábado, 19 de março de 2016

0

ESTIVADORES DECIDEM ENTRAR EM GREVE E QUEREM PARALISAR O PORTO DE SANTOS


Foto: Reprodução TV Tribuna

Eles querem o repasse do INPC, aumento salarial e de vale refeição.
Paralisação deve acontecer durante 24h, entre segunda e terça-feira (22).

Os estivadores do Porto de Santos, no litoral de São Paulo, decidiram entrar em greve, que deve começar na próxima segunda-feira (21). A paralisação de 24h está prevista para começar às 7h. Eles reivindicam o repasse do INPC, aumento salarial, vale refeição e outros adicionais.
Os trabalhadores participaram de uma assembleia, na manhã de sexta-feira (18), na sede do Sindicato dos Estivadores de Santos, São Vicente, Guarujá e Cubatão, que representa a categoria composta por quase 4 mil pessoas. Segundo o diretor do sindicato, Sandro Olímpio da Silva, os trabalhadores decidiram entrar em greve após não terem as reivindicações atendidas.
Foto: Reprodução TV Tribuna
"Foi deliberado o estado de greve a partir das 7h da segunda até 7h da manhã de terça-feira. São 24 horas por não estar tendo avanço nas negociações. Queremos o repasse do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), aumento salarial real de 10%, adicionais noturnos, de risco e aumento do vale refeição", explicou.
Segundo o diretor, a última reunião realizada com o Sindicato dos Operadores Portuários do Estado São Paulo (Sopesp), que representa os terminais e agências marítimas, foi no início do mês e eles só querem repassar metade do índice para os trabalhadores e nada mais.
A partir das 7h de segunda-feira (21), os estivadores avulsos e vinculados irão se apresentar nos postos de trabalho e a bordo das embarcações. Porém, ninguém irá trabalhar. Ainda segundo o diretor, os operadores portuários foram comunicados da assembleia e também serão informados da decisão da greve ainda nesta sexta-feira.
"Não vai ser movimentada nenhuma mercadoria do Porto de Santos na segunda-feira. Teremos só dois terminais, na Vale, em Cubatão e na Embraport, em Santos, que funcionará normalmente porque fecharam acordos", afirma.
O G1 entrou em contato com o Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo (Sopesp), que informou que a Assessoria Jurídica do Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo (Sopesp), está analisando os fatos e vai entrar com as medidas judiciais cabíveis em defesa dos interesses do segmento empresarial dos Operadores Portuários do Porto de Santos.

Fonte: G1 Santos.

* Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                                                                               
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                                                 
COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES