Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

quarta-feira, 23 de março de 2016

0

ESTIVADORES ENCERRAM GREVE NO PORTO DE SANTOS APÓS 12 HORAS


A Guarda Portuária ficou na linha de frente
Categoria reivindica reajuste salarial; reunião com o Sopesp está marcada para essa quarta-feira.
A greve de cerca de 4 mil estivadores, avulsos e vinculados, terminou às 19 horas de segunda-feira (21). Dessa forma, os profissionais voltaram a operar na Brasil Terminal Portuários (BTP),  Coopersucar, T-Grão e a Archer Daniels Midland (ADM).
Segundo o Sindicato dos Estivadores (Sindestiva), houve um avanço nas conversas com o Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo (Sopesp) e uma reunião que estava marcada para quinta-feira (24) foi antecipada para essa quarta-feira (23).
A Polícia Militar acompanhou a manifestação à distância
A paralisação de 24 horas completaria um dia às 7 horas de terça-feira (22). A categoria reivindica aos empregadores reajuste salarial, com aumento real calculado em mais de 10% e adicionais noturnos, além de garantias de que terão os postos de trabalho abertos. A paralisação era inicialmente de 24 horas.
A greve foi decidida na última semana, em assembleia realizada na sede do Sindestiva. Os trabalhadores também reivindicam repasse com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) e aumento no vale refeição oferecido pelas empresas portuárias.
"Paramos em defesa dos nossos empregos, do nosso trabalho. Queremos o justo e sabemos que os empregadores podem cumprir", afirmou o presidente do Sindicado, Rodnei Oliveira da Silva, o Nei da Estiva.
Reflexos do protesto
Os estivadores fizeram uma caminhada em direção ao Terminal da BTP
Na manhã de segunda-feira (21), uma passeata percorreu principais vias da Margem Direita (Santos), até chegar à Alemoa. O tráfego ficou prejudicado.
Durante o ato em frente à BTP, os profissionais ameaçam ocupar a instalação e afirmam que a empresa escalou funcionários ligados ao Órgão Gestor de Mão de Obra (Ogmo) para trabalhar na operação de um navio, que atracou no início da tarde. Soldados da Polícia Militar e da Guarda Portuária foram chamados para ficar de prontidão no local.  Como estão em greve, eles não querem que o terminal entre em operação.
Estivadores pediram a instalação de uma CPI nos portos
Ainda durante a tarde, o clima esquentou entre a categoria e membros da Guarda Portuária. Os estivadores acusam a equipe de segurança de realizar ofensas e de despreparo com a situação.
Demais terminais
Nos demais terminais, os estivadores, segundo o sindicato, apresentaram-se normalmente aos postos de trabalho, ainda no início da manhã, mas permaneceram de braços cruzados. Enquanto alguns estão a bordo das embarcações, outros estão nos pátios dos terminais realizando o protesto. Apenas a categoria aderiu à greve. 
Entretanto, no final da tarde, a Santos Brasil, T-Grão e a Archer Daniels Midland (ADM) decidiram apresentar novas propostas à categoria para pôr fim à paralisação. Os três terminais já tiveram estivadores convocados e voltaram a operar normalmente.
De acordo com Nei, as duas únicas instalações funcionaram normalmente no cais, na segunda-feira, foram a Empresa Brasileira de Terminais Portuários (Embraport), na Margem Esquerda, e o terminal da Vale, em Cubatão. Ambas empresas, em negociação, já realizaram acordos atualizados com a entidade sindical.


Vídeo: TV Tribuna




* Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                                                                               
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                                                 
COMENTÁRIOS


Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES