Postagem em destaque

CONPORTOS PROMOVE RECADASTRAMENTO DE SUPERVISORES DE SEGURANÇA

Sandro Torres Avelar, presidente da Conportos O objetivo é de manter atualizado o cadastro interno da CONPORTOS e das demais organiza...

sábado, 23 de julho de 2016

0

ESTIVADORES SÃO DETIDOS PELA PF APÓS CONFUSÃO EM TERMINAL DE CONTÊINERES


Foto: Reprodução TV Tribuna


Um diretor sindical e o chefe das equipes foram levados à delegacia
Dois estivadores foram detidos por agentes da Polícia Federal, na noite desta sexta-feira (22), na Brasil Terminal Portuário (BTP), na Alemoa. A alegação da entidade patronal é de que os trabalhadores estavam impedindo a continuidade das operações na empresa. A categoria, que tem assembleia marcada para a próxima segunda-feira (25), nega as acusações.
A detenção aconteceu por volta das 21 horas. De acordo com o presidente do Sindicato dos Estivadores (Sindestiva), Rodnei Oliveira da Silva, foram levados para delegacia da PF no Centro de Santos um diretor sindical e o chefe das equipes que foram escaladas para trabalhar nos navios atracados na instalação.
"Acontece que não houve qualquer paralisação, não houve protesto, nem confusão, nem nada. Eles querem armar para abalar a nossa imagem, mais uma vez. Estamos cumprindo todas as determinações do Tribunal Regional do Trabalho (TRT)", afirmou. Durante a madrugada, após prestarem depoimento ao delegado de plantão, ambos estivadores foram liberados pelos agentes.
Na próxima segunda, a categoria se reúne em assembleia na sede do Sindestiva, no Centro de Santos, para decidir os rumos das negociações com as empresas no Porto de Santos. Além de reivindicar reajuste salarial, eles são contra a contratação de mão de obra estrangeira pelos terminais que operam no cais santista.
A BTP foi procurada por A Tribuna On-line, mas afirmou que se pronunciaria oficialmente por meio do o Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo (Sopesp). Por meio de nota, a entidade patronal confirmou o ocorrido e acusou os estivadores de tentarem, mais uma vez, impedir os trabalhos.
Leia o comunicado na íntegra:
"A Câmara de Contêineres do Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo (Sopesp) informa que, na noite ontem (22), no Terminal BTP estivadores avulsos que estavam em regime de escala no terminal, impediram a continuidade regular das operações de navio. Diante da impossibilidade de seguir com suas atividades de embarque, a empresa - que tem a responsabilidade de assegurar o correto atendimento à programação de seus clientes - decidiu, então, acionar as autoridades competentes como forma de serem restabelecidas suas operações.
As empresas que compõem a Câmara não vão se pronunciar sobre as questões policiais envolvidas.
Todas as empresas da Câmara de Contêineres sempre adotaram o diálogo como ponto de partida na solução de controvérsias, e reiteram que seguem em plena conformidade com a decisão judicial do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que prevê a realização de 33,33% de suas operações com avulsos e de 66,66% com vinculados. Com a paridade de uma por duas.
Tais empresas lamentam que mesmo depois da determinação do desembargador do TRT para o pleno cumprimento do Acórdão do TST, alguns trabalhadores ainda insistem em descumpri-lo".


* Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                          
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                
COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES