Postagem em destaque

CONPORTOS PROMOVE RECADASTRAMENTO DE SUPERVISORES DE SEGURANÇA

Sandro Torres Avelar, presidente da Conportos O objetivo é de manter atualizado o cadastro interno da CONPORTOS e das demais organiza...

sábado, 1 de outubro de 2016

0

ESTIVADOR É DETIDO PELA GUARDA PORTUÁRIA




Segundo relato de um dos tripulantes, estivador tentou abrir a porta da sua cabine

A Guarda Portuária foi acionada para comparecer no Terminal da BTP – Brasil Terminal Portuário, localizada no Porto de Santos, litoral de São Paulo, em virtude de desentendimento a bordo do Navio Helene S., onde um estivador teria agredido um tripulante.
Ao comparecer ao local os guardas portuários Gaspar e Gabriel, da viatura P3 e os GPs Assis e José Eduardo, da viatura P4; solicitaram que as partes envolvidas descessem da embarcação a fim de apurar os fatos. Em seguida foi solicitada a presença do Inspetor Mauro, que ali compareceu acompanhado do GP Silas. O fato ocorreu por volta das 14h do dia 23 de julho.
Em virtude do idioma, um representante da agência Oceanos serviu de intérprete. Segundo relato de um dos tripulantes da embarcação, de prenome Jason, ele se encontrava na sua cabine dormindo, quando percebeu que, por duas vezes, alguém forçou a portar tentando entrar. De imediato se levantou, e ao abrir a porta, se deparou com um estivador, que ao vê-lo, saiu correndo. O que causou maior estranheza é o fato da sua cabine estar localizada cinco andares acima do convés, que seria o local de trabalho do estivador.
Jason continuou o seu relato dizendo que comunicou o fato ao imediato do navio, Sr. Dmitry. Em seguida a tripulação iniciou uma busca pelo navio, com o apoio do vigia de bordo, localizando o estivador fumando próximo à proa, como se nada tivesse ocorrido. Foi solicitada então, que o mesmo descesse da embarcação, no entanto, antes de descer as escadas, ao ver que havia sido fotografado pelo imediato, passou a desferir socos e chutes no mesmo, acabando por derrubar, com um chute, a máquina fotográfica nas águas do Canal do Estuário.
Diante dos fatos, o estivador foi detido, sendo acionada a presença da Polícia Federal, comparecendo ao local os agentes Alegretti e Franco, que encaminharam as partes a Delegacia de Polícia Federal, onde o caso foi apresentado a delegada Louise Rodrigues Vieira, que determinou a lavratura do Termo Circunstanciado nº 0097/2016-4- DPF/STS/SP.
Naquela repartição policial o estivador foi identificado como sendo Amauri Aparecido dos Santos, sendo constatado após pesquisa, já possuir antecedentes criminais por furto.
Amauri alegou que adentrou na parte da casaria do navio em busca de um banheiro, negando que tivesse tentado abrir a porta de uma cabine. Disse ainda que o tripulante do navio deve ter se confundido, pois vários estivadores utilizam o mesmo macacão utilizado por ele.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                          
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                
COMENTÁRIOS


Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES