Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

0

RECEITA FEDERAL APREENDE EM NAVEGANTES COCAÍNA QUE SERIA ENVIADA À ITÁLIA


Foto: Fabiano Correa / RBS TV 

Este é o segundo carregamento de drogas interceptado em cinco meses
A Receita Federal apreendeu nesta terça-feira (11) em Navegantes cerca de 300 quilos de cocaína que seriam exportados para a Itália. A carga estava dentro de um contêiner, escondida em bobinas de aço. A descoberta foi feita com auxílio de um cão-farejador da Polícia Federal de Itajaí.
O contêiner foi rastreado pela Receita devido a informações inconsistentes de registro, apontadas em procedimentos de análise de risco. Chamou atenção dos auditores-fiscais foi o tipo de produto e para onde estava sendo enviado, e o histórico de operações do importador, que nunca havia comprado do Brasil.
A carga foi interceptada e passou por scanner antes de ser submetida ao cão-farejador, que indicou que havia necessidade de abrir as bobinas.
O carregamento chegou à Portonave, em Navegantes, na semana passada. O exportador é uma empresa de São Paulo, que enviaria o contêiner ao Porto de Livorno, na região da Toscana.
A droga será encaminhada pela Receita à Polícia Federal. Os responsáveis podem responder por tráfico internacional, que prevê pena de até 15 anos de prisão, e por organização criminosa, que prevê detenção por até 8 anos. 

O delegado Thiago Giavarotti, da PF, disse que as informações preliminares ainda serão repassadas pela Receita, mas nenhuma linha de investigação é descartada.
Inclusive, a possibilidade de haver relação entre a carga encontrada nesta terça-feira e o carregamento recorde de quase uma tonelada de cocaína, descoberto em oito contêineres que embarcariam de Navegantes para a Espanha, em maio. A droga estava escondida em blocos de concreto.

A inspetora-chefe adjunta da Alfândega de Itajaí, Denise de Mello Oliveira, informou que os trabalhos para identificação de cargas ilegais têm sido intensificados.


* Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                          
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                
COMENTÁRIOS


Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES