Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

terça-feira, 4 de abril de 2017

0

RESOLUÇÃO CONAMA 398/08 FOI O PRINCIPAL TEMA DO COOPERAPORTOS DESTE ANO




Além de garantir a sinergia das Administrações Portuárias, o evento foi uma oportunidade de atualização das questões ligadas ao meio ambiente e segurança do trabalho
                        
Atualizar gestores e técnicos de portos brasileiros nas demandas do setor ambiental foi o assunto central da XXIII Reunião CooperaPortos, organizada pela Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba) e a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). O evento, realizado nos dias 29 e 30 de março, no Auditório da Companhia, em Salvador (Ba), reuniu representantes dos Portos de São Paulo, Rio de Janeiro, Pará, São Sebastião, Espírito Santos, Ilhéus, Aratu-Candeias, Salvador, São Francisco do Sul, Suape, Imbituba, Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil (MTPAC) e Empresa Maranhense de Administração Portuária.
O gerente de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Antaq, Marcos Maia Porto, apresentou o processo de atualização da Resolução Conama 398/08. “A ideia é discutir como o atendimento às normas ambientais pode ser feito de modo menos oneroso e de forma mais prática, partilhando as informações dos portos em todo o país”, ressaltou.
À frente da Coordenação-Geral de Gestão Ambiental, Saúde e Segurança do MTPAC, Rafaela Dias Pires, definiu o valor do CooperaPortos como importante ambiente de troca das informações e produção de novos conhecimentos para o desenvolvimento sustentável. “Só tenho elogios a fazer sobre a organização da Codeba, e acho fundamental estarmos aqui conhecendo melhor o que os portos baianos estão desenvolvendo para garantir a segurança ambiental e de seus trabalhadores”, afirmou.
O público do CooperaPortos pode conhecer também o Combate à Emergência adotado no Porto de Santos por meio da palestra da sua equipe de segurança do trabalho. Outros temas foram apresentados no evento, como o Modelo Compartilhado de Bases de Emergência da OceanPact; Tarifa ambiental, falando ao público uma fonte do Porto São Sebastião; Plano de Controle de Emergência (PCE) e Plano de Ajuda Mútua (PAM), com entes do Ministério do Trabalho; Qualificação de empresas, apresentada pela Petrobras. No último dia, os participantes visitaram o Porto de Aratu-Candeias para conhecer a Base de Atendimento à Emergência, no Centro de Proteção Ambiental Aratu.
O presidente da Codeba, Pedro Dantas, destacou a satisfação em sediar o evento que congrega grupos de trabalho atuantes. “Os temas abordados foram de extrema relevância para os portos brasileiros, principalmente para gestão ambiental, sustentabilidade e cabotagem”, frisou.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                          
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                            
COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES