Postagem em destaque

CONPORTOS CASSA CERTIFICADO DE SEGURANÇA DOS TERMINAIS DA RODRIMAR NO PORTO DE SANTOS

Comissão Estadual de Segurança Pública nos Portos encontra falhas nos sistemas de segurança desde 2016 e a empresa não apontou soluçõe...

sábado, 14 de abril de 2018

0

GUARDA PORTUÁRIA APOIA A POLÍCIA FEDERAL EM APREENSÃO NO PORTO DE ÓBIDOS


GP Lobato junto a carga apreendida no convés da embarcação

Foram apreendidos 30 toneladas de carne de peixe e réptil

Na madrugada da última segunda-feira (9), por volta das 2 horas da madrugada, em mais uma operação conjunta realizada pela Polícia Federal e a Guarda Portuária no Porto de Óbidos, no Pará, foram apreendidos 30 toneladas de carne de peixe e réptil, sendo 23 de postas salgadas de pirarucu, que está no período do defeso, e 7 de animal silvestres (jacaré). As carnes estavam no convés do barco.
A embarcação “Promessa de Deus” já vinha sendo monitorada em virtude da suspeita de tráfico de drogas, pois já tinha sido apreendida em outra oportunidade. Os quatro tripulantes e o dono da carga que estavam a bordo tentaram fugir, mas foram detidos pelos agentes e encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil, onde foram autuados em flagrante por crime ambiental e associação criminosa, porém pagaram uma fiança de 13 mil reais e responderão o crime em liberdade.
Segundo o delegado Thiago Mendes, os quatro tripulantes que estavam na embarcação no momento da abordagem, não possuíam documentação exigida pela Marinha do Brasil para a condução do barco. A embarcação também estava sem o documento que comprova o registro junto à Marinha e não foi apresentada a nota fiscal da procedência das carnes.
Thiago Mendes disse que os tripulantes informaram que a embarcação saiu do Rio Purus, no estado do Amazonas, e tinha como destino final a cidade de Igarapé Miri, no nordeste do Pará.
Após a pesagem, toda a carne foi retirada da embarcação pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA), que aplicou uma multa de 400 mil na embarcação pelas irregularidades, e fez a doação à população da cidade, bem como para algumas instituições filantrópicas.
O Porto de Óbidos é estratégico, pois é porta de entrada para o tráfico de drogas na região norte do país. A Polícia Federal mantém um posto da “Operação Sentinela” no local, mas em virtude do efetivo reduzido, a Guarda Portuária sempre atua em apoio na abordagem das embarcações. Todas as embarcações que chegam ao porto são fiscalizadas conjuntamente pela Polícia Federal e pela Guarda Portuária. Elas vêm de Manaus, Trombetas, Oriximiná, Juriti, Parintins, entre outros lugares.

Quando atracam no Porto de Óbidos, administrado pela Companhia Docas do Pará (CDP), são realizadas fiscalizações nas pessoas e nas bagagens que elas conduzem quando desembarcam, assim como, também no interior das embarcações.
Essas fiscalizações são rotineiras, acontecem todas as vezes que as embarcações atracam no porto. Várias apreensões de drogas, entre outras coisas ilícitas, já foram feitas.

A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                                                                                                                         
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                                                  
                             COMENTÁRIOS                             
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES