Postagem em destaque

CODESP É ALVO DE SUPOSTA FRAUDE TRABALHISTA

Sob pretexto de 'serviço externo', guardas estariam trabalhando em outros locais, mas mantendo salário da Codesp Os ministér...

LEGISLAÇÕES

segunda-feira, 10 de junho de 2019

0

RECEITA FEDERAL LOCALIZA 489 KG DE COCAÍNA EM CARGA DE EXPORTAÇÃO NO PORTO DE SANTOS



A droga estava escondida dentro de "big bags" contendo microssílica. A carga tinha como destino o Porto de Roterdã, na Holanda
No final da tarde de sexta-feira (07), equipes da Alfândega da Receita Federal no Porto de Santos localizaram 489 kg de cocaína em uma carga de exportação.
Segundo as autoridades, os tabletes de cocaína estavam escondidos dentro de "big bags" contendo microssílica, uma substância que é utilizada, por exemplo, na produção de cimento e concreto, para aumentar a resistência.
A carga tinha como destino o Porto de Roterdã, na Holanda. Os fiscais da Receita suspeitam que os criminosos tenham utilizado a técnica criminosa denominada "rip-on/rip-off", em que a droga é inserida em uma carga lícita sem o conhecimento dos exportadores e importadores.
A droga interceptada foi entregue à Delegacia de Polícia Federal de Santos, que prosseguirá com as investigações para identificar os traficantes. Ninguém foi preso.

Apreensões
Segundo a Alfândega do Porto de Santos, neste ano, em 26 ações, já foram apreendidos 11.167 kg de cocaína no cais santista. No mês passado, quase duas toneladas de droga, escondidas em cargas com destino aos portos da Holanda e da Bélgica, foram apreendidos.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                                             
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.