Postagem em destaque

OPERAÇÃO ENVOLVENDO PF, RFB E GPORT APREENDE MAIS DE UMA TONELADA DE COCAÍNA NO PORTO DE SÃO SEBASTIÃO

  A troca de informações entre as autoridades envolvidas foi crucial para o sucesso da operação. Na tarde da última sexta-feira (02) uma o...

LEGISLAÇÕES

quinta-feira, 1 de outubro de 2020

0

PF E RFB PRENDEM TRÊS PESSOAS COM 346,8 KG DE COCAÍNA NO PORTO DO PECÉM

 

Eles são ligados a uma empresa que presta serviços terceirizados para o porto.

No dia 11 de setembro, a Polícia Federal (PF) e a Receita Federal do Brasil (RFB) apreenderam 346,80 kg de cocaína no Porto do Pecém, na Região Metropolitana de Fortaleza. Três homens foram presos em flagrante com a droga.

De acordo com a PF, os três homens flagrados são ligados a uma empresa que presta serviços terceirizados para o porto. Dois deles são sócios dessa empresa, e o outro, empregado. A cocaína foi apreendida dentro de um veículo onde os três estavam.

Droga seria embarcada em contêiner

No momento da abordagem, os agentes encontraram várias caixas sendo preparadas para embarque em contêiner que iria para fora do Brasil. "Foram encontradas várias caixas contendo cocaína. Foi feito teste na hora e foi verificado que se tratava de cocaína, e essas caixas já estavam sendo arrumadas para serem ingressadas dentro de um contêiner que iria para o exterior", disse o delegado da PF, Paulo Henrique Oliveira, da Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado.

Investigação desde 2019

O trio era monitorado pela PF desde que pediu credenciamento para entrar na área e foi descoberto a partir de uma operação feita em 2019, que apreendeu 330 kg de cocaína. "Foi iniciado um trabalho de inteligência em conjunto entre PF e RFB, e a partir dos estudos feitos desses dados, se chegou à identificação provável dessas pessoas, que havia uma possibilidade deles estarem fazendo um ingresso de drogas no porto, com destino ao exterior", disse o delegado regional da PF de Combate ao Crime Organizado, Paulo Henrique Oliveira.

"Para ter acesso ao Porto do Pecém, todas as pessoas precisam ser credenciadas. O que aconteceu é que através de um trabalho de inteligência entre a RFB e a PF, eles já vinham monitorando essas pessoas e houve um pedido recente de credenciamento. Fizemos a abordagem próxima ao terminal de múltiplo uso”, afirmou o delegado da Alfândega, Carlos Wilson Albuquerque.

Em nota, o Complexo do Pecém afirmou que está colaborando com todas as autoridades e órgãos competentes para investigações, e que o porto possui vigilância 24 h além de scanner para contêineres e sistema de monitoramento com câmeras de vigilância, inclusive, em toda a área alfandegada.

O trio vai responder pelos crimes de tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico, cujas penas podem variar de 7 a 25 anos de reclusão. A identidade dos presos e o nome da empresa não foram revelados.

As investigações terão prosseguimento com o objetivo de identificar qual o destino que a droga seria encaminhada.



A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.