Postagem em destaque

QUEM SÃO OS BANDIDOS BRASILEIROS MAIS PROCURADOS NO PAÍS E NO MUNDO? VEJA LISTA

  Dos 18 foragidos na lista nacional, oito têm ordem de prisão por crime de tráfico de drogas (44%) Traficantes e assaltantes conhecidos, ma...

LEGISLAÇÕES

segunda-feira, 26 de abril de 2021

0

GUARDAS PORTUÁRIOS DE SANTOS E SÃO SEBASTIÃO SERÃO VACINADOS CONTRA A COVID-19

 

Categoria faz parte do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP)

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), os guardas portuários que atuam em Santos e São Sebastião, serão incluídos na vacinação contra Covid-19 para os profissionais da segurança pública e devem receber a primeira dose do imunizante nas próximas semanas.

O cronograma de vacinação foi discutido durante uma reunião realizada na última sexta-feira (23) no 6º Batalhão da Polícia Militar do Interior (6º BPMI), onde estavam presentes representantes da PM, da Superintendência da Guarda Portuária (GPort), que é subordinada à Autoridade Portuária de Santos, do Sindicato dos Empregados na Administração Portuária (Sindaport) e do deputado Estadual Tenente Coimbra (PSL).

Na ocasião foi discutido o cronograma da vacinação. A categoria receberá a vacina da Astrazeneca e da Universidade de Oxford, produzida no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Além dos guardas portuários dos dois portos do estado, aproximadamente 346, também serão imunizados alguns policiais que estavam impedidos de serem vacinados no início da campanha. Os guardas portuários de São Sebastião deverão se deslocar até a região para tomar a vacina contra a covid-19. No ato da imunização, os profissionais serão informados sobre a data da segunda dose.

“Ficamos muito contentes com essa conquista. Como integrante operacional do Susp, e estando envolvida nas ações de vigilância, com contato direto e constante com o público, inclusive estrangeiro, era de grande importância que a Guarda Portuária fosse incluída na lista de prioridades para imunização”, avaliou Tenente Coimbra.

SUSP

Os guardas serão imunizados porque a Guarda Portuária está inserida no Sistema Único de Segurança Pública (SUSP) e, por isso, terá direito à imunização no grupo prioritário que inclui os profissionais da Segurança Pública

A corporação também faz parte da Comissão Estadual de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (Cesportos).

Mobilização

Foto: Carlos Nogueira / Jornal A Tribuna

No início deste mês, os guardas portuários fizeram um protesto em frente ao edifício-sede da Autoridade Portuária reivindicando a vacinação contra a covid-19 para a categoria.

O Sindaport enviou ofícios solicitando a vacinação para vários órgãos e autoridades, tais como, o governador João Doria, o secretário estadual de Saúde, Jean Carlo Gorinchteyn, o secretário estadual de Segurança Pública general José Camilo Pires de Campos, o prefeito de Santos Rogério Santos, o secretário municipal de Assuntos Portuários Júlio Eduardo dos Santos, o secretário municipal de Segurança Sergio Del Bel Júnior.

Além das autoridades, o sindicato também entrou em contato com a Deputada Federal Rosana Vale (PSB), o vereador Benedito Furtado (PSB) e os deputados estaduais Paulo Corrêa Jr (DEM) e Tenente Coimbra (PSL), que também foi contatado pela Associação Profissional da Guarda Portuária (Aprogport).

O Sindaport também ingressou com uma Ação Civil Pública na Justiça, com pedido de tutela de urgência, que foi negada pela 1ª Vara da Fazenda, do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

“A participação do deputado Tenente Coimbra foi fundamental e precisa ser destacada. Agora que o pessoal da Guarda Portuária vai tomar a vacina merecidamente, precisamos vacinar os outros trabalhadores que não fazem parte da Susp”, destacou o presidente do Sindaport, Everandy Cirino dos Santos.

"É uma conquista do Sindicato e da categoria. Nós nos mobilizamos, fizemos protestos. A categoria ficou mobilizada. Foi o reparo de uma injustiça. A gente lida com os navios e com toda comunidade portuária", disse Edilson de Paula Machado, guarda portuário e diretor-social do Sindaport.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.    

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário.