Postagem em destaque

GREVE DOS GUARDAS PORTUÁRIOS NO RIO É CANCELADA APÓS DETERMINAÇÃO DA JUSTIÇA PARA MANTER ESCALA DE TRABALHO

  Nível de Proteção do porto chegou a ser elevado para 2 No dia 14, quinta feira, o Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços Portuários do...

LEGISLAÇÕES

sexta-feira, 1 de outubro de 2021

0

FORÇAS DE SEGURANÇA PARTICIPAM DE OPERAÇÃO CONJUNTA NO PORTO DE PARANAGUÁ


Polícia Federal, Guarda Portuária e Polícia Militar participaram da operação

Na última segunda-feira (27), a Polícia Federal (PF), em operação conjunta com a Receita Federal do Brasil (RFB), Guarda Portuária (GPort) e Polícia Militar do Paraná (PM/PR), realizou inspeções em diversos setores do Porto de Paranaguá, com o objetivo de localizar cargas de drogas clandestinamente alocadas com destino ao exterior.

As buscas foram feitas com o auxílio de dois cães farejadores (um pastor alemão e uma pastora belga malinois) da Delegacia da PF em Foz do Iguaçu e seguiram uma agenda pré-determinada, com o objetivo de esquadrinhar melhor as áreas mais vulneráveis.

Pela manhã, as forças de segurança realizaram as inspeções no Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP), onde contêineres e mercadorias para exportação foram verificadas e, no período da tarde, as buscas foram realizadas na APPA – Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, em equipamentos e veículos destinados ao exterior e nos armazéns. No final da tarde as equipes de segurança realizaram inspeção no Pré-Gate, verificando caminhões que aguardavam a entrada no TCP.

“Foi uma operação conjunta e também uma equipe especializada da Polícia Federal com cães farejadores para fazer uma passagem por cargas suspeitas que poderiam ter a contaminação por entorpecentes com destino ao exterior”, explica César Kamakawa, gerente da Guarda Portuária.

De acordo com Kamakawa, a ideia desse trabalho integrado é promover a aproximação entre as forças de segurança. “Estamos trabalhando para isso e enfatizando esse tipo de cooperação onde todos são beneficiados, mas principalmente a área privada ou a área pública para que traga bastante transparência nas ações de fiscalização de um modo geral nas cargas de exportação”, destaca.

Os dois cachorros farejaram cargas de granéis, contêineres, máquinas, veículos e granéis destinados ao exterior.

“Foram priorizados os setores que têm grande movimentação de carga granel porque em outros portos já foi verificado tabletes de cocaína localizados em porão de navio e temos que ter este cuidado e para isso estamos desenvolvendo essas ações”, finaliza o comandante da Guarda Portuária.

A operação não encontrou nenhum produto suspeito durante a abordagem, mas novas diligências estão previstas no futuro.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário.