Noticias e artigos em tudo que envolve a segurança nos portos do Brasil

Postagem em destaque

AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS PUBLICA EDITAL DE CONCURSO PARA A GUARDA PORTUÁRIA

As inscrições serão aceitas durante os dias 1º de abril a 06 de maio. A data prevista para a prova é 23 de junho A Autoridade Portuária de...

LEGISLAÇÕES

quinta-feira, 13 de abril de 2023

0

ADVOGADO SUSPEITO DE ENVOLVIMENTO COM TRÁFICO INTERNACIONAL DE DROGAS É SOLTO PELA JUSTIÇA

 

João Armôa Junior deixou a prisão, mas ainda responde o processo por suposto envolvimento nos crimes da maior facção criminosa do país

A Justiça Federal de Santos, no litoral de São Paulo, decidiu pela soltura do advogado João Armôa Júnior no final da tarde do dia 30 de março, que já deixou o presídio de Tremembé, no Interior de São Paulo. Ele foi preso suspeito de ter envolvimento com uma quadrilha de tráfico internacional de drogas.

Apesar de ter deixado a prisão, ele ainda responde processo pelo suposto envolvimento em ações criminosas comandadas pela maior facção do país. A expectativa é que ele cumpra medidas cautelares determinadas pela Justiça de Santos.

O juiz Roberto Lemos dos Santos Filho, da 5ª Vara Federal de Santos, impôs que o advogado compareça quinzenalmente para informar as atividades realizadas, proibiu o contato com os demais denunciados, não pode sair do município, do país, deve usar tornozeleira eletrônica e entregar o passaporte.

Em entrevista à TV Tribuna, emissora afiliada à Rede Globo, o advogado que representa Armôa Júnior, Eugênio Malavasi, informou que o cliente respeitará as determinações judiciais estabelecidas. "Evidentemente, iremos aguardar o desenrolar da ação penal para que, no futuro próximo, possamos postular a revogação também das medidas cautelares estabelecidas pelo juízo de origem", disse.

Armôa e os outros oito suspeitos citados no processo também tiveram as prisões revogadas, entre eles Vinicyus Soares da Costa, conhecido como Evoque. Ele estava detido desde a Operação Diamante da PF.

Nova determinação

A substituição da prisão preventiva por medidas cautelares foi tomada após Malavasi alegar que a apreensão do celular do advogado foi feita sem um mandado de busca pessoal e, portanto, as informações no celular não poderiam ter sido usadas para as investigações.

Em 18 de março, Malavasi disse à TV Tribuna: "Não havia, para aquele dia, autorização judicial para busca pessoal em detrimento do doutor João [Manoel Armôa] [...]. Os agentes da lei apreenderam dois telefones [celulares] sem mandado ou pressuposto estabelecido na lei", explicou.

Com isso, o Tribunal Regional Federal (TRF) da 3ª Região decidiu, a partir dos documentos fornecidos pela defesa dos acusados, que a prova havia sido obtida de forma ilegal.

Prisão

A Polícia Federal (PF) prendeu o advogado João Manoel Armôa Junior, suspeito de envolvimento com quadrilha de tráfico internacional de drogas, no dia 16 de setembro de 2022, em Santos, no litoral de São Paulo.

Segundo a PF, o advogado estaria participando ativamente de atividades criminosas desenvolvidas por Vinicyus Soares da Costa, conhecido como Evoque. Durante investigação, apontou-se que João Manoel teria comunicado o amigo sobre uma apreensão de droga, e estaria presente durante uma negociação de propina.

Na época, o juiz da 5ª Vara de Santos (SP), Roberto Lemos, determinou a busca e apreensão e a prisão do advogado. Além disso, Lemos ordenou que João Manoel fosse levado a uma penitenciária penal com sala de estado maior, ficando separado dos outros presos.

Fonte: g1 santos e região


Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário e insira o seu e-mail.