Noticias e artigos em tudo que envolve a segurança nos portos do Brasil

Postagem em destaque

TRATADO DE CONSTITUIÇÃO DA COMUNIDADE DE POLÍCIAS DA AMÉRICA (AMERIPOL) É ASSINADO NO BRASIL

  O ato foi assinado pelo Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Haiti, Honduras, Panamá, Paraguai, República Dominicana S...

LEGISLAÇÕES

terça-feira, 1 de agosto de 2023

0

CAMINHONEIRO É PRESO NO PÁTIO DE TRIAGEM, EM PARANAGUÁ, POR FALSIFICAÇÃO DE DOCUMENTO

 

Quando a Rádio Patrulha foi ao local o motorista já tinha sido abordado por uma equipe da Guarda Portuária (Gport)

Na manhã do dia 18 de julho, policiais militares (PM) encaminharam ao plantão da Delegacia Cidadã de Paranaguá um motorista de caminhão acusado de falsificação de documento particular. O caminhoneiro, de 55 anos, foi abordado no Pátio de Triagem, localizado na BR-277, região do Jardim Iguaçu, após apresentar um documento de carga com carimbo de classificação ilegítimo.

Por volta das 11h uma equipe de Rádio Patrulha foi ao local e encontrou o motorista, que já tinha sido abordado por uma equipe da Guarda Portuária (Gport). Durante as diligências os policiais foram informados que o suspeito tinha chegado ao Pátio de Triagem do Porto de Paranaguá no dia anterior, por volta das 19h, com um caminhão bitrem carregado de soja e que, pela manhã, ao passar pela repartição de classificação da carga, a nota já estava com o carimbo de avaliação do produto e os fiscais verificaram que fugia dos padrões usados no local, além do sistema de monitoramento comprovar que o veículo não havia passado pelo setor.

Em seguida, foi feita a classificação da carga e constatada que se tratava de refugo e não de produto de qualidade, como estava no documento. Questionado sobre a situação, o caminhoneiro informou que tinha carregado o veículo em uma empresa na cidade de Itapejara do Oeste, onde reside, e foi orientado por um funcionário que, ao chegar em Paranaguá, se encontrasse com uma terceira pessoa que estaria  em um carro branco fora das dependências do Pátio de Triagem para carimbar a nota.

O caminhoneiro não soube passar outras informações sobre a pessoa responsável pelo carimbo falso e diante da situação, acabou encaminhado para a unidade policial, onde foi autuado em flagrante, sendo, posteriormente, recolhido à Cadeia Pública, à disposição da Justiça. Ele não tinha passagem pelo sistema prisional.

Fonte: JBLitoral


Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário.