Postagem em destaque

GUARDA PORTUÁRIA EM GREVE NO PARÁ

  Em nota oficial, sindicato denuncia casos graves de intimidação Os Guardas Portuários do estado do Pará, vinculados a Companhia Docas do...

LEGISLAÇÕES

terça-feira, 2 de agosto de 2022

0

AVENIDA PERIMETRAL DO PORTO DE SANTOS É RISCO PARA QUEM TRAFEGA


Buracos e desníveis tornam a viagem mais difícil nessa avenida

A grande quantidade de buracos ao longo da Avenida Perimetral, em Santos, e a irregularidade em pontos da pista afeta o tráfego de caminhões, carros e motos e eleva o risco de acidentes.

Embora seja voltada ao trânsito de veículos com cargas de exportação e importação do Porto, a via é usada no dia a dia por motoristas e motociclistas para encurtar o tempo de viagem entre bairros.

A situação da Perimetral é tão crítica que a própria Santos Port Authority (SPA) admite estar insatisfeita com a manutenção da pista pela Tersan Construções e Comércio Ltda., que deverá ser substituída ainda neste ano.

Na terça-feira, A Tribuna percorreu a via e constatou problemas, sobretudo, entre a Alemoa e o Valongo e do terminal de passageiros à Avenida Siqueira Campos (Canal 4), em Outeirinhos.

Na pista sentido Alemoa- Ponta da Praia, na alturada Brasil Terminal Portuário (BTP), há grande buraco na parte central da pista, que obriga os condutores a mudarem de faixa.

Trezentos metros à frente, há uma cratera profunda junto à linha férrea que corta a via.

Outro ponto crítico fica na altura do terminal 12-A, no Valongo, perto de um semáforo, onde também há um grande desnível.

Em Outeirinhos, foi possível identificar uma grande quantidade de buracos. Um deles, profundo e localizado na faixa mais à direita, estava sinalizado com dois cones.

Na proximidade dos silos, também na pista sentido Ponta da Praia, há um grande desnível na faixa central. A caixa de concreto onde foi instalada uma boca de lobo de ferro está coma tela exposta.

LEIA TAMBÉM: BURACO EM AVENIDA PROVOCOU QUEDA DA MOTO DE EMPRESÁRIO MORTO EM ACIDENTE NO PORTO DE SANTOS

Nova Licitação

A SPA informou que a Tersan Construções e Comércio Ltda. “não está realizando a contento a manutenção das vias portuárias”, conforme estabelecido no contrato, cujo valor é de R$ 16,920 milhões e conta com validade até novembro deste ano.

A SPA lançou uma licitação para contratar uma empresa para executar esse serviço nas duas margens do Porto de Santos. No entanto, ela foi fracassada, ou seja, não houve interessados em assumir esse compromisso.

Um novo certame está sendo preparado e será lançado em breve. Segundo a estatal, os trabalhos de conservação e manutenção executados de forma preventiva e corretiva são realizados de forma continuada, após constatação de vistorias periódicas do corpo técnico da Autoridade Portuária e de demandas recebidas pela ouvidoria.

As queixas sobre as condições das vias portuárias podem ser feitas pelos telefones 3202-6436 ou 3202-6565 (opção 1). Outra forma de se manifestar é encaminhar a reclamação para o e-mail ouvidoria@brssz.com.

Fonte: Jornal A Tribuna


Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário.