Noticias e artigos em tudo que envolve a segurança nos portos do Brasil

Postagem em destaque

AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS PUBLICA EDITAL DE CONCURSO PARA A GUARDA PORTUÁRIA

As inscrições serão aceitas durante os dias 1º de abril a 06 de maio. A data prevista para a prova é 23 de junho A Autoridade Portuária de...

LEGISLAÇÕES

quarta-feira, 21 de junho de 2023

0

APREENSÃO DE DROGAS NO PORTO DE SANTOS NÃO CHEGA A 10% DO VOLUME ENVIADO AO EXTERIOR, DIZ DELEGADO DO DEIC

 

Fabiano Barbeiro assumiu como delegado da Delegacia Especializada de Investigações Criminais (Deic) em Santos, no começo deste ano

A cidade de Santos, no litoral de São Paulo, com o maior porto da América do Sul é ponto visado por criminosos para o envio de drogas, principalmente a cocaína, para o resto do mundo. De acordo com o delegado Fabiano Barbeiro, da Delegacia Especializada de Investigações Criminais (Deic) mais de 90% da carga oriunda do tráfico que passa pelo cais santista acaba chegando ao destino, apesar das tecnologias aplicadas e trabalho de inteligência realizado.

"Eu estava falando da produção de 5 mil toneladas [de cocaína, pelos países vizinho do Brasil é pego [pelas autoridades], não reflete nem 10% do quanto passa", disse o delegado, que ressaltou ter muito contato com a Polícia Federal (PF) , com Ministério público e policiais de outros países, que ajudam nas investigações e apreensões.

Mesmo natural de Santos e formado em Direito pela UniSantos, o delegado de 54 anos fez carreira na capital. Ele esteve por quase 10 anos no Deic de São Paulo, atuou em delegacia de combate a roubo a banco e também de facções criminosas. O último trabalho foi em uma delegacia especializada na divisão de crimes contra a administração pública, corrupção e lavagem de dinheiro.

Barbeiro assumiu o Deic de Santos no começo deste ano e contou as primeiras impressões sobre a região - a delegacia cobre as cidades da Baixada Santista e Vale do Ribeira. "De certa forma me surpreendeu, pelo volume de trabalho [...]. Me deparei com diversas demandas, que são aquelas demandas do dia a dia da população".

O delegado contou diversos casos emblemáticos da carreira, como a ação que resultou no bloqueio do WhatsApp no país, além de ter comentado sobre uma polêmica à qual esteve envolvido em 2017, quando foi acusado de criminalizar manifestações.

Em 4 de setembro daquele ano, ele pediu o indiciamento de 21 pessoas por associação criminosa e corrupção de menores, após 18 adultos serem presos e três menores apreendidos durante um ato no Centro Cultural São Paulo.

Você confere esse bate-papo no podcast ou videocast do Baixada em Pauta. O acesso pode ser feito nesta matéria, na home do g1 Santos, nos aplicativos de áudios favoritos ou pelo Facebook. Basta curtir as páginas e nos seguir!

Fonte: g1 Santos e Região


Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário e insira o seu e-mail.