Postagem em destaque

GUARDAS PORTUÁRIOS DENUNCIAM DIMINUIÇÃO DO EFETIVO E SUPRESSÃO DE POSTOS NO PARÁ

O quadro caótico vem comprometendo sensivelmente a segurança pública nos portos do Pará No dia 27 de janeiro, uma petição assinada...

sábado, 3 de novembro de 2012

7

INSPETORES DA GUARDA DO RIO SE QUALIFICAM



SEGURANÇA PÚBLICA PORTUÁRIA / GUARDA PORTUÁRIA
 

 

No último dia 22 de outubro, na sede da CIA DOCAS do Rio, o Diretor presidente Dr. Jorge de Mello, numa cerimônia simples, fez a entrega dos certificados dos Inspetores da Guarda Portuária do I e II Seminário de Chefia e Liderança para Inspetores da Guarda Portuária.
 
O projeto foi elaborado pela Associação dos Guardas Portuários, no sentido de melhor preparar os Inspetores para o trabalho diário e também para os grandiosos eventos que estão por acontecer.
 
O instrutor, Comandante A. Cardoso, a convite do presidente da AGPERJ Inspetor Dejacy da Conceição, recusou-se a receber qualquer tipo de remuneração para lecionar aos companheiros de farda.
 
A AGPERJ vem, em um novo momento, investindo na capacitação de seus associados inclusive firmou parceria com uma das mais destacadas empresas de treinamento a ABRAPAM, que também contribuiu para a realização deste curso de Chefia e Liderança.
 
Já foram duas edições e no próximo mês, haverá uma terceira edição para os Inspetores dos portos de Itaguaí e Angra dos Reis, que ocorrerá no porto de Itaguaí, sendo este último aberto a convidados da Guarda Portuária do Brasil. O Presidente Dejacy enviará convites aos demais portos onde, cada Guarda Portuária, será representada por um integrante daquela região. É a UNIFORMIZAÇÃO de conhecimento.
 
Já existem ações para um curso expedito de NEGOCIAÇÃO para Guardas Portuários para o começo do ano de 2013.
 
Independente destes cursos internos, a AGPERJ também já abre novas frentes com outras instituições de segurança. No dia 24, o Inspetor Dejacy, o GP Amaury e o GP Jamil, estiveram com instrutores da Polícia Rodoviária Federal – PRF, para formatarem cursos de treinamento para nossa corporação. Dentre os cursos previstos, estão os cursos de Documentações; Abordagem; Patrulhamento; Identificação de Drogas e Procedimentos, etc.
 
Um grupo de trabalho está sendo formado para dissecar questões jurídicas para um convênio com a PRF para aplicação de multas de trânsito no interior dos portos da CDRJ
 
Num contingente de mais de 40 inspetores, dentre eles 03(três) inspetores aposentados, apenas alguns puderam comparecer à entrega dos mesmos.
 
 
 
Parabéns aos Inspetores que acreditaram na proposta, e principalmente, acreditaram em si mesmos.
 
“A GUARDA PORTUÁRIA SOMENTE SERÁ RECONHECIDA SE A PRÓPRIA GUARDA RECONHECER O SEU GIGANTE POTENCIAL”.

 

Marco Jamil

Graduando Seg. Pública



7 comentários:

  1. Fico feliz pelos igs e triste pela forma obscura que são feitos esses cursos,pois não a nenhuma divulgação e com certeza ,pelo fato do nosso presidente ser iG e conseguir cursos para sua classe.
    Em qualquer lugar do mundo uma empresa que tem liderança busca "novas" ideias ,novos conceitos e não tentar um que nunca deu certo.
    Tem muitos igs capazes ,isso eu sei,mas daqui a pouco tempo estarão gozando de sua merecida aposentadoria,e quem ficará......................ficaadica.

    ResponderExcluir
  2. SENHORES INTEGRANTES DA GUARDA PORTUÁRIA DE TODO BRASIL.

    ENQUANTO ISSO, AQUI NA GP DA CDP SIMPLESMENTE OS INSPETORES ESTÃO TENDO SEUS ESPAÇOS DE ATUAÇÃO DIMINUIDOS.

    ATRAVÉS DO "NOVO REGULAMENTO", QUE NEM FOI HOMOLOGADO PELO CAP DAQUI, ATÉ MESMO AS RONDAS OS INPETORES ESTÃO PROIBIDOS DE FAZER. E PARA PIORAR, ELES VEM ESCALADOS, CONFORME A UNIDADE PORTUÁRIA, COMO VTR, UM TOTAL CONSTRANGIMENTO A ESSES PROFISSIONAIS

    CAROS SENHORES, PARA ESSA NÃO CONFORMIDADE, NÃO HÁ NEM QUALIFICAÇÃO QUE POSSA DEMONSTRAR A FALTA DE COMPROMISSO DE PARTE DA GESTÃO DA CDP NO TOCANTE A SEGURANÇA PORTUÁRIA DOS PORTOS ADMINISTRADOS POR ESSA CIA DOCAS.

    ResponderExcluir
  3. Este e um exemplo de administração que devia ser seguida pelas chefias das Guardas Portuarias de todo brasil....A liderança deve partir daqueles, que se dizem e querem chefiar....

    ResponderExcluir
  4. quem ve de longe até parece que a coisa no rio é séria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente as pessoas, por medo de represárias, não divulgam a verdade. Acho um absurdo a Associação promover este curso. Isto deveria ser obrigação da empresa, e não agradecer ao Cmte. por ele não ter cobrado nada para dar o curso.
      Me informe a realidade da Guarda Portuária do Rio que eu publico aqui.

      Excluir
  5. TREINAMENTOS OU CURSOS VOLTADOS A GUAPOR SÃO QUESTÕES MUITO SÉRIAS.
    EXISTE DIFERENÇA ENTRE OS QUE AS CIAS PROMOVEM E OS QUE AS ASSOCIAÇÕES E SINDICATOS PROMOVEM.
    PORÉM, MESMO OS QUE AS CIAS PROMOVEM SÃO QUESTIONÁVEIS.
    POR EXEMPLO: NÃO ADIANTA PEGAR UM INTEGRANTE DA GUAPOR E, SÓ PORQUE ESTE TEM CONHECIMENTO E PRÁTICA, PEDIR PARA ELE MINISTRAR UM TREINAMENTO QUANTO AO USO DAS PISTOLAS.
    NESSA QUESTÃO PONTUAL, ESTE PASSA A SER UM INSTRUTOR, DEVENDO, ASSIM, SER CREDENCIADO NA PF PARA ATUAR NESSA FUNÇÃO.
    SE NÃO FOR, ENTÃO NÃO DEVE DAR O TREINAMENTO.
    O ATUAL CMTE. DA GP DO RJ, QUE JÁ FOI GERENTE DE SEGURANÇA AQUI NA CDP, TRATA-SE DE UM HOMEM RECONHECIDAMENTE INTELIGENTE, POSSUIDOR DE UM VASTO CONHECIMENTO NA ÁREA EM QUE ATUA, O QUE FAZ COM QUE PUDESSE, SIM, ESTAR A FRENTE DE QUALQUER GP DO BRASIL. MAS EXISTEM OUTRAS QUALIDADES QUE UM GESTOR TAMBÉM PRECISA TER.
    VEJO QUE AQUI, COMO NO RJ, COMO POSSIVELMENTE EM OUTRAS GPS DE OUTROS ESTADOS, O QUE SE QUESTIONA É A INTERFERÊNCIA DO FATOR POLÍTICO EM CERTAS TOMADAS DE MEDIDAS, ATÉ MESMO PARA UMA SIMPLES INDICAÇÃO, QUE SEJA, DE ALGUÉM PARA ALGUMA COISA, SEJA ELA PARA O BEM OU PARA O MAL DESSA PESSOA.
    E, NATURALMENTE, CERTOS CMTES. SÓ PROCURAM OUVIR AQUELES MAIS PROXIMOS A ELES, OU COISA QUE O VALHA.
    DE QUALQUER FORMA, SÓ QUEM ESTEJA ATUANDO EM SEU RESPECTIVOS ESTADOS É QUE PODEM DAR UMA VISÃO MAIS DETALHADA DOS PROBLEMAS E DIFICULDADES DA GUAPOR QUE FAZEM PARTE.
    E, JUSTIÇA SEJA FEITA, ESTE SITE/BLOG DO INSPETOR CARLOS CARVALHAL TEM SIDO CRITERIOSO E DEFENSOR DE TODAS AS CAUSAS QUE DIZEM RESPEITO A DEFESA DO INTERESSE PUBLICO E DA PROMOÇÃO E VALORIZAÇÃO DA GUAPOR DO BRASIL.




    ResponderExcluir
  6. infelizmente a guarda portuária do pará tem esquecido da valorização e do treinamento dos inspetores, pois desde a diretoria em que o Alfeu Cardoso gerenciou, criando as supervisões, para acabar de vez com a promoção dos inspetores para inspetor II, que era a função já prevista no PUCS, promoção esta reiterada pela SEP, exigindo a nomeação no PES das chefias aos inspetores, como coordenadores de segurança, o que foi escondido até agora ela atual diretoria da CDP, que empurra com a barriga a situação desrespeitando até mesmo determinações superiores. O que está claro é a tentativa da companhia docas do pará em obliterar a função de inspetor, para garantir as vagas ocupadas anteriormente por apadrinhados políticos, fazendo o velho jogo da barganha política com os cargos de confiança, em detrimento dos empregados que foram escolhidos por competëncia através de concurso público, uma espinha na goela dos demais empregados, que não se conformam de não terem passado na prova. O que mais vão diminuir dos inspetores?

    ResponderExcluir

LEGISLAÇÕES