Postagem em destaque

GUARDAS PORTUÁRIOS PARTICIPAM DE CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA ADESTRAMENTO DE CÃES NO PARÁ

As instruções teóricas foram realizadas tanto em espaços ao ar livre quanto em sala, com apresentações em slides e considerações impor...

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

0

CÍRCULO DE DIÁLOGOS COM A GUARDA PORTUÁRIA


O chefe da Guarda Portuária, Rafael Paranhos, falou sobre o ISPS Code.

A atividade contou com a presença de diversos funcionários da SUPRG.
O tema do encontro foi “A Guarda Portuária e o Meio Ambiente".

Aconteceu em julho (14), mais uma atividade do Círculo de Diálogos, promovido pelo Programa de Educação Ambiental da Divisão de Meio Ambiente, Saúde e Segurança (ProEA), da Superintendência do Porto de Rio Grande (SUPRG).
A proposta é que os servidores se apoderem dessa ferramenta de diálogo e torne ela cotidiana dentro da instituição. Como tema do encontro foi “A Guarda Portuária e o Meio Ambiente”, o chefe da corporação, Rafael Antônio Paranhos de Castro realizou uma apresentação sobre as principais atividades de sua equipe e as atribuições contidas no Código Internacional para Segurança de Navios e Instalações Portuárias – ISPS Code, em inglês.
A comunicação interna adotada a partir dos Círculos promove o aprimoramento e eficiência do serviço público já que integra pessoas e setores da instituição.
Durante o encontro, Paranhos explicou sobre o funcionamento do Código Internacional para Segurança de Navios e Instalações Portuárias - ISPS Code, em inglês.

O novo regramento foi aprovado em 2002 na Conferência Diplomática sobre Segurança Marítima como um novo capítulo da Convenção SOLAS. O objetivo do ISPS é estabelecer uma cooperação internacional entre governos, organismos governamentais, administradores locais e setores naval e portuário para detectar ameaças à proteção dos navios ou das instalações portuárias utilizadas no comércio internacional.
Além disso, o chefe da Guarda Portuária ainda falou sobre a importância da atividade de sua equipe na proteção do Meio Ambiente e das pessoas que circulam pela área portuária. E nesse sentido, um dos aspectos fundamentais ressaltados por ele, diz respeito à integração que deve ser sempre consolidada através dos Círculos.
Paranhos acredita que a integração entre os distintos setores promove a circulação da informação na instituição com mais rapidez e efetividade, aprimora o serviço público, tornando, inclusive, o trabalho no seu setor melhor.

O professor José Vicente, coordenador do ProEA, fez questão de ressaltar esse caráter da integração. Para ele, a importância de articular os setores em busca de demandas comuns e de uma melhora qualitativa no ambiente de serviço, é fundamental e deve ser trabalhado ao longo dos próximos círculos também.
Como uma metodologia continuada, o Círculo de Diálogo seguirá ocorrendo ao longo do ano, completando o seu quarto ano de atividade.

A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                          
* Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES