Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

0

CCOS DA GUARDA PORTUÁRIA FLAGRA INGRESSO IRREGULAR




Os infratores poderão sofrer sanções administrativas, pecuniárias e penais.
No dia 02 de janeiro, o guarda portuário Alexandre Aparecido, de serviço no Centro de Controle de Operações e Serviços (CCOS), da Guarda Portuária do Porto de Santos, litoral de São Paulo, flagrou a subida à bordo de uma embarcação, de pessoa não autorizada.
Alexandre visualizou pelas câmeras de monitoramento, a entrada pelo Gate 15, do funcionário da empresa Inspectorate do Brasil Inspeções Ltda., Daniel Alves da Rocha, conduzindo o veículo da empresa Bureau Veritas do Brasil Sociedade Classificadora e Certificadora Ltda., se dirigindo em seguida ao costado do Navio MSC Splendida, atracado no cais do Armazém 33, subindo à bordo.
Ao verificar o seu registro eletrônico de entrada, Alexandre constatou que a motivação para a entrada de Daniel na área restrita do porto havia sido realizada pela empresa Fertimport S. A., que não era a operadora portuária responsável pelo navio, através do funcionário Kauan Martins da Cruz Chaves, e ainda por um período superior a estadia do navio, como também para Gates que não davam acesso ao mesmo, infringindo normas de segurança fiscal e resolução da presidência da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), Autoridade Portuária.
A irregularidade foi informada ao Inspetor Chefe de Serviço, Jonas Cordeiro, que determinou o comparecimento ao Navio MSC Splendida do Inspetor Coordenador Júlio Cesar, o qual convidou o Sr. Daniel para se retirar da área restrita, retendo o seu cartão.
A irregularidade foi notificada à Receita Federal e a Polícia Federal, sendo também elaborado o Relatório de Ocorrências de Ilícitos Penais (ROIP) nº 01/2016. 
O caso será agora apurado pelas autoridades intervenientes. Daniel poderá ter o seu cartão de acesso bloqueado, já Kauan poderá, além de ter o seu cartão bloqueado, perder a sua senha de acesso ao Sistema de Segurança Pública Portuária para liberação de funcionários à área restrita. As empresas de ambos ainda poderão ser multadas pela Receita Federal.
Daniel ainda poderá sofrer outras sanções, visto que tentou ludibriar a fiscalização da Guarda Portuária utilizando o seu crachá da empresa Inspectorate do Brasil Inspeções Ltda. para prestar serviço para a empresa Bureau Veritas do Brasil Sociedade Classificadora e Certificadora Ltda.

Kauan, responde civil e criminalmente por ter efetuado a motivação irregular de Daniel.
Motivação
Para o acesso às áreas restritas do porto, como no cais onde atracam os navios, não basta ter o cartão de acesso. Um funcionário cadastrado na Autoridade Portuária (Codesp) pela agência do navio ou pela operadora portuária deve “motivar” a entrada de todos os trabalhadores que vão trabalhar no costado, à bordo, ou então que irão fazer visitas à embarcação. Essa motivação deverá ser feita apenas para os Gates que dão acesso ao navio e somente pelo período necessário para a sua prestação de serviço, durante a estadia do navio no porto. 

A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                                                                               
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros. 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES