Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

1

GUARDA PORTUÁRIA VOLTA A MULTAR NO PORTO DE SANTOS




Guardas portuários são capacitados para fiscalizar o trânsito e aplicar multas, de acordo com o Código Brasileiro de Trânsito (CTB).
O ministro Hélder Barbalho, da Secretaria de Portos (SEP), abriu na manhã de ontem (17), o Fórum Operação Safra 2016. O evento apresentou as iniciativas para o escoamento da safra brasileira de grãos do campo para os portos.
O ministro destacou a importância do entrosamento que existe entre a Secretaria de Portos, a Codesp e as prefeituras municipais. “Precisamos sincronizar a movimentação ferroviária e rodoviária no porto com o dia-a-dia de cada município”, explicou o ministro.
Helder Barbalho participou da apresentação do plano, destacando a necessidade de sincronizar o tráfego e as operações (Foto: Jornal A Tribuna).
No evento, o diretor presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), José Alex Oliva, assinou a renovação do convênio com a Companhia de Engenharia de Trafego (CET), do município de Santos, instrumento que autoriza guardas portuários a atuarem na fiscalização do trânsito.
O convênio anterior, assinado em 2011, havia terminado em 11 de janeiro, desde então os guardas portuários estavam impedidos de aplicar multas e apenas disciplinavam o trânsito na área do porto.
Até hoje, 90 guardas foram treinados pelos agentes municipais. Eles são capacitados para fiscalizar o trânsito de veículos e pedestres e ainda aplicar multas em casos de irregularidades, de acordo com o Código Brasileiro de Trânsito (CTB).
“Essa permissão fortalece a relação porto-cidade, pois fiscalizar e disciplinar o trânsito de veículos nas vias do Porto é uma atividade fundamental da segurança”, explica Alex Oliva. Com este desse convênio, a CET-Santos delega à Codesp as competências atribuídas ao Município pela Lei Federal nº 9.503/97, que instituiu o CTB.
Polícia Federal
A Codesp firmou também acordo de cooperação com a Polícia Federal, através da Superintendência Regional do órgão, para o desenvolvimento de ações de interesse comum, voltadas para o policiamento marítimo e terrestre do Porto de Santos e de sua área de fundeio.
O acordo tem vigência de 5 anos e prevê patrulhamentos da Polícia Federal na área de fundeio, na baía de Santos,  no cais pelo lado de mar, com uso de embarcações,  e por terra em conjunto com a Guarda Portuária. 
Essas ações objetivam inibir ações ilícitas e preservar a segurança das tripulações das embarcações atracadas e ancoradas, bem como do patrimônio, conforme estabelece o Plano de Segurança Portuária do Porto de Santos.
Patrulhamento Marítimo
O patrulhamento marítimo deixou de ser realizado pela Guarda Portuária em 2012, depois que, segundo perícia realizada, as suas duas embarcações foram condenadas para navegarem.
Apesar de possuir  guardas portuários treinados e habilitados para a realização dessa faina, a categoria aguardas há anos, a aquisição de uma nova embarcação para poder voltar a atuar no lado de mar.  

A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                                                                               
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros. 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.
                                                                                     

Um comentário:

  1. parabéns a codesp . é verdadeiro paradigma para as demais docas.

    GP Alexandre es

    ResponderExcluir

LEGISLAÇÕES