Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

terça-feira, 2 de agosto de 2016

0

FISCALIZAÇÃO FLAGRA 50 VEÍCULOS IRREGULAES NO PORTO DE SANTOS


Fiscais fazem entrevistas com motoristas de caminhão que passam pelo Porto. Foto: Carlos Nogueira

Fiscais do MT constataram problemas na jornada de trabalho dos motoristas
A ação foi executada com apoio da Guarda Portuária

Uma operação-padrão dos fiscais do Ministério do Trabalho bloqueou o acesso ao Porto de Santos, pelo viaduto da Alemoa, por volta das 11 horas da última sexta-feira (29). Segundo a Ecovias, concessionária do Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI), motoristas encontraram reflexos na chegada a Santos pela Via Anchieta, do Km 63 ao Km 64.
Pelo menos 50 multas serão aplicadas pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social as transportadoras de cargas que atuam no Porto de Santos. Todas as empresas descumpriram o limite de horário de serviço dos motoristas de caminhões.
Ao todo, 76 veículos foram fiscalizados durante duas horas e meia de operação nomeada “Carga Pesada”. As vistorias se concentraram no equipamento conhecido como tacógrafo, utilizado para monitorar os veículos. Ele é responsável por armazenar informações relacionadas não apenas a velocidade do caminhão, como também ao período em que ele permaneceu em trânsito.
Entre a meia centena de conformidades encontradas, estavam motoristas que excederam o tempo limite de trabalho, entre 8 e 10 horas, conforme convenção. De acordo com a auditora Viviane de Jesus Forte, que coordenou a operação, é comum que o caminhoneiro ultrapasse 12 horas ininterruptas dirigindo.
Nestes casos, não é o motorista o autuado, mas sim a empresa responsável por ele. Após a identificação dos problemas, pelo menos 25 firmas especializadas no transporte de carga da região e de outros lugares do Estado e, até mesmo do Brasil, foram autuadas. Os valores e as modalidades não foram informados.
Profissão de Risco
A auditora explicou que ser caminhoneiro no Brasil é uma das profissões mais perigosas. Dados do Ministério do Trabalho mostram que a taxa de mortes no segmento é de 27 a cada 100 mil pessoas. Já no caso de funcionários da construção civil são sete mortes a cada 100 mil trabalhadores.
Ainda de acordo com Viviane, são 13 mil acidentes por ano envolvendo caminhões e, destes, pelo menos 250 motoristas não resistem aos ferimentos. “É importante o setor ter a consciência de que esses números tem influência direta da jornada errada do caminhoneiro. Existem regras e elas precisam ser cumpridas”.
A falta de descanso, que é obrigatório e pode evitar os incidentes nas estradas, é justificada pelos motoristas pela ausência de pontos específicos – como pátios e estacionamentos que possuem segurança para a parada de veículos.
Todo o Brasil
Entre 8 mil a 10 mil caminhões passam por dia pelo Porto de Santos. Foto: Carlos Nogueira

A operação de ontem foi realizada pela gerência de Santos com o apoio da Superintendência do Ministério do Trabalho. Ao todo, 11 auditores fiscais participaram da fiscalização.
Ela aconteceu em outras regiões do Brasil ao longo da semana e foram alvos somente caminhoneiros que são vinculados a empresas.
A força-tarefa teve o apoio da Guarda Portuária e da Polícia Rodoviária Estadual. A ação foi realizada na Avenida Engenheiro Augusto Barata, conhecida como "Retão da Alemoa", e o tráfico ficou prejudicado, já que cada vistoria levava cerca de 20 minutos. O congestionamento se estendeu até a Rodovia Anchieta, sentido cais, e nas vias portuárias no fluxo contrário. 

Fonte: Jornal A Tribuna

* Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                          
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                
COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES