Postagem em destaque

FIQUE EM CASA!

A Guarda Portuária está trabalhando nos portos brasileiros para garantir a seguranças nas nossas fronteiras marítimas. ...

LEGISLAÇÕES

quarta-feira, 8 de abril de 2020

0

TRIPULANTES DE CRUZEIROS SÃO REPATRIADOS E COMEÇAM A SER DESEMBARCADOS NO PORTO DE SANTOS



Operação começou a ser realizada nesta terça-feira (7), de acordo com a Anvisa. No total, 107 pessoas deixaram três navios da MSC.
Os navios de cruzeiros que estavam parados no Porto de Santos, no litoral de São Paulo, realizaram uma operação para repatriar seus tripulantes na tarde desta terça-feira (7).
De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), ao todo, 107 pessoas deixaram os navios MSC Poesia, MSC Música e o MSC Seaview. A pandemia do novo coronavírus fez com que as operadoras interrompessem temporariamente suas operações pelo Brasil e pelo mundo.
A agência informou que nenhuma destas embarcações possui casos suspeitos de Covid-19 a bordo e técnicos acompanharam os desembarques. Os navios já estavam parados e sem passageiros desde meados de março, quando os cruzeiros foram encerrados no Brasil em razão da pandemia de Covid-19.
Além destes três navios, o Costa Fascinosa e o Scenic Eclipse já haviam feito o desembarque de tripulantes sem sintomas para retorno imediato aos seus países de origem. De acordo com a Portaria 47/2020 da Casa Civil o desembarque de estrangeiros no país, por via marítima, só pode ser realizado para retorno imediato ao país de origem por via aérea ou em caso de urgência de saúde.
Neste momento, segundo a Anvisa, apenas o navio Costa Fascinosa possui a bordo casos suspeitos do novo coronavírus.
Em nota, a MSC informou que, dos 107 tripulantes desembarcados, 35 são do MSC Seaview, 33 do MSC Poesia e 39 do MSC Musica. "Temos trabalhado em conjunto com as autoridades e o processo de repatriação segue rigorosamente todos os protocolos definidos pelo Ministério das Relações Exteriores, Ministério da Saúde, Ministério do Turismo, Anvisa e autoridades portuárias", disseram.
Ainda em nota, a MSC afirmou que continua trabalhando para repatriar nossos tripulantes, os demais membros da tripulação permanecerão a bordo dos navios até a confirmação de seus voos e que estão tomando medidas adicionais desde o dia 24 de janeiro.
Entre as medidas está a triagem frequente por câmeras térmicas antes e durante o cruzeiro; elevada higienização profunda e aumento da desinfecção contínua de áreas públicas; política mais restrita para negar acesso a qualquer pessoa que possa estar em risco; e muitas outras medidas. Segundo a MSC, não há casos de Covid-19 entre os tripulantes.
Confira a situação de cada embarcação:
MSC Seaview: Desembarcou 54 tripulantes. Não tem casos suspeitos a bordo.
MSC Poesia: Desembarcou 14 tripulantes. Não tem casos suspeitos a bordo.
MSC Música: Desembarcou 39 tripulantes. Não tem casos suspeitos a bordo.
Scenic Eclipse: não tem casos suspeitos a bordo, iniciou o desembarque de tripulantes na sexta-feira (03).
Costa Fascinosa: tem 43 casos suspeitos a bordo, dez tripulantes desembarcaram para atendimento hospitalar (incluindo um dos médicos da equipe de bordo), 75 tripulantes brasileiros desembarcaram no domingo após serem avaliados clinicamente e testados para Covid-19 com resultado negativo.
Costa Fascinosa
O Costa Fascinosa atracou no Porto de Santos no dia 28 de março e permanece de quarentena até o dia 19 de abril após identificação de novos casos suspeitos. Atualmente, são 679 tripulantes a bordo, sendo que há casos suspeitos de Covid-19. Dez tripulantes estão internados em um hospital em Santos, sendo que sete estão com a doença. Esta é a única embarcação em Santos com casos suspeitos.
Até o momento, 75 brasileiros saudáveis foram liberados para ir para casa e 10 tripulantes foram desembarcados para atendimento hospitalar, incluindo um médico da equipe.
A embarcação recebeu autorização para se deslocar para a barra do Porto de Santos, área destinada para navios que estão em fundeio, para realizar manutenções obrigatórias exigidas pelas autoridades portuárias e Marinha. Em seguida, o navio deve atracar novamente no Porto para que a Anvisa continue a monitorar a situação.
Scenic Eclipse
A embarcação de luxo Scenic Eclipse chegou à barra de Santos na última quinta-feira (2), onde ficou fundeada enquanto aguardava autorização para atracar no porto. Após receber autorização da Anvisa, o navio acessou o cais e atracou no terminal 33 da margem direita do Porto de Santos na sexta (3).
A embarcação não está em quarentena, pois não registrou sintomas a bordo e permaneceu no mar, sem atracar em nenhum porto, por 26 dias.
O Scenic Eclipse recebeu autorização para desembarcar 54 tripulantes até quarta-feira (8) e repatriá-los imediatamente. Até a última atualização, 21 já haviam sido liberados. A embarcação chegou com 128 tripulantes a bordo e sem nenhum passageiro, pois não estava operando para viagens desde o início de março.
A situação está prevista na Portaria 47/2020 da Casa Civil que permite o desembarque de estrangeiros somente para atendimento de urgência ou retorno por via aérea para seus países. A previsão, segundo a operadora, é que o navio retorne à Europa nesta quarta-feira com 72 tripulantes.




Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      
                                                                                       
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.