Postagem em destaque

CODESA DESRESPEITA DECISÃO JUDICIAL E CANCELA CONCURSO DA GUARDA PORTUÁRIA

  A última etapa do Concurso, o Curso de Formação foi postergado por anos No dia 22 de dezembro foi publicado no Diário Oficial da União (DO...

LEGISLAÇÕES

quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

1

GUARDA PORTUÁRIA PRENDEU MAIS UM PROCURADO DA JUSTIÇA NO PORTO DO RIO

 

Ele tinha um mandado de prisão preventiva pendente pelo crime de violência doméstica

Na noite do dia 18, a Guarda Portuária do Porto do Rio de Janeiro prendeu mais um procurado da Justiça. Dessa vez os guardas portuários localizaram e deram voz de prisão ao marinheiro Jene Benjamim dos Santos.

Procurado pela Justiça do Estado de São Paulo há 07(sete) anos, ele tem contra si dois procedimentos apuratórios e um mandado de prisão preventiva pendente pelo crime de violência doméstica (Art. 129 § 9º do Código Penal) da 2ª Vara Criminal, do Foro de Praia Grande, litoral de São Paulo.

LEIA TAMBÉM: GUARDA PORTUÁRIA PRENDE FORAGIDO DA JUSTIÇA NO PORTO DO RIO

Serviço de inteligência

A prisão foi possível graças a troca de informações entre a Polícia Civil e a Guarda Portuária, ambas integrantes do SUSP - Sistema Único de Segurança Pública (SUSP), implantado pela Lei nº 13.675, sancionada em 11 de junho de 2018, que prevê, além do compartilhamento de dados, operações e colaborações nas estruturas federal, estadual e municipal.

ISPS Code

A localização dos foragidos e procurados pela justiça é possível em virtude do Código Internacional para a Proteção de Navios e Instalações Portuárias (ISPS Code – International Ship & Port Facility Security Code), ou simplesmente Código ISPS, implantado no Porto do Rio de Janeiro, que possibilita o controle de acesso de todos que acessam à área interna do porto.

O preso foi encaminhado à Secretaria de Estado de Administração Penitenciária – SEAP, ficando à disposição da justiça.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.    
  
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Um comentário:

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.