Postagem em destaque

CONHEÇA O CÓRTEX, SISTEMA DE VIGILÂNCIA DO GOVERNO QUE INTEGRA DE PLACA DE CARRO A DADOS DE EMPREGO

  O Córtex também possui acesso em poucos segundos a diversos bancos de dados com informações sigilosas Sem alarde, o Ministério da Justiç...

LEGISLAÇÕES

terça-feira, 16 de novembro de 2021

0

A 3ª EDIÇÃO DO CURSO NACIONAL DE AUDITORIA FOI REALIZADA NO PORTO DE ITAJAÍ

 


O CNA, realizado entre os dias 8 e 12, credenciou 59 (cinquenta e nove) agentes públicos

A 3ª edição do Curso Nacional de Auditoria em Instalações Portuárias (CNA), promovido pela Comissão Nacional de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (CONPORTOS) foi realizado no Porto de Itajaí, no litoral do estado de Santa Catarina.

O CNA, realizado entre os dias 8 e 12, credenciou 59 (cinquenta e nove) agentes públicos de todas as regiões do país para a execução das tarefas e responsabilidades previstas no Código Internacional para a Proteção de Navios e Instalações Portuárias (Código ISPS), além de normativos da Conportos.

A abertura do evento ocorreu na sede da Superintendência do Porto de Itajaí. O curso foi ministrado através do Presidente Nacional da Conportos e Delegado da Polícia Federal, Dr. Marcelo João da Silva; Delegada da Polícia Federal de Rio Grande (RS), Dra. Janaina Agostini Braido, e o Auditor e Chefe do Posto Avançado da Antaq de Santos (SP), Dr. Daniel Santos Silva.

A programação contou com aulas práticas e teóricas, com simulado de auditoria. O curso abordou Auditoria em instalação Portuária; Plano de Segurança e Estudo de Análise de Risco; Responsabilidade nas áreas de Segurança; Equipamentos de Segurança; Treinamentos; simulados e exercícios.

As aulas práticas foram realizadas nos terminais do Complexo Portuário de Itajaí, no qual os participantes tiveram a oportunidade de conhecer os terminais, sendo o Porto de Itajaí (área pública), APMT (área arrendada), Braskarne, e na margem esquerda do Rio Itajaí Açu, a Portonave (Porto de Navegantes), a fim de fixarem os parâmetros da auditoria estabelecidos pela Conportos em seus normativos e as contribuições da ferramenta de Análise de Risco com ênfase em Segurança Portuária (ARESP) para o processo de certificação das instalações portuárias.

O Presidente da Comissão Nacional de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis – CONPORTOS, Marcelo João da Silva, enfatizou que este é o 3º evento da Conportos realizado no município de Itajaí:

“O Porto de Itajaí é um dos poucos portos certificados no país, e isso dá um diferencial de qualidade singular. A auditoria da Conportos tem funcionado como uma ferramenta de Gestão para a administração portuária seja ela pública ou privada entendendo situações de vulnerabilidade, porque é o espaço onde ela pode trabalhar para eventualmente se proteger de ameaças e ter um funcionamento pleno da sua missão, e, realmente tem sido a casa da Conportos em Santa Catarina, em função do comprometimento da comunidade portuária com a sua gestão. Ter o Porto de Itajaí sediando o nevento, agrega muito valor ao nosso produto final”, destacou.

Segundo Thiago Giavarotti, Coordenador da Cesportos de Santa Catarina e Delegado da Polícia Federal em Itajaí, a Auditoria é o momento em que a Comissão verifica se estão sendo cumpridos todos os quesitos legais, para que a instalação portuária possa receber embarcações de longo curso.

“O Porto de Itajaí é reconhecidamente um dos Portos mais importantes do Brasil. A Superintendência do Porto de Itajaí, faz um trabalho fantástico de aproximação com os órgãos intervenientes, e esse trabalho acaba sendo coroado com a aproximação da própria Conportos. Como a Superintendência do Porto de Itajaí entende o nosso trabalho, nada melhor do que trazer um curso como este. Toda a vocação de Itajaí para o ambiente Portuário contribui para que o curso seja um sucesso”, destaca.

O Delegado da Policia Federal de Itajaí, Dr. Tales Teixeira Junior, afirmou que o comprometimento e a união de forças do Porto de Itajaí, resulta na capacitação do Terminal, atendendo as solicitações das Comissões Estudais para que efetivamente o Porto tenha instalações seguras:

“É uma alegria muito grande encontrar a comunidade envolvida na segurança pública dos portos e terminais do Brasil, e certamente prestigia o Complexo Portuário de Itajaí como um todo. O fato desse curso ter sido realizado no passado e ter voltado, sendo que outros tantos estados se habilitaram para receber esse curso, mostra a força de Itajaí”, complementou.

“Somos extremamente favoráveis aos cursos essenciais, principalmente nessa questão da auditoria nos Portos, porque um porto certificado pela Cesportos é responsabilidade internacional. A responsabilidade que precisamos ter na questão da auditoria, é maior do que o poder de fiscalizar, porque vamos ser responsáveis pela certificação e regularidade do porto”, concluiu a Delegada Chefe da Polícia Federal de Itajaí, Luciana de Castro Ribeiro.

Conportos

Agregado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública do Governo Federal, a CONPORTOS, é uma Comissão Nacional que foi criada pelo Decreto n° 1.507 de 30 de maio 1995, alterado pelo Decreto nº 1.972 de 30 de julho de 1996 e substituído pelo Decreto n° 9.861, de 25 de junho de 2019.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário.