Postagem em destaque

CDRJ É CONDENADA A PAGAR DANOS MORAIS POR NÃO RENOVAR O PORTE DE ARMAS DE UM GUARDA PORTUÁRIO

  O magistrado assinalou que, ao proceder assim, a CDRJ expôs a vida e a integridade física do trabalhador a risco A Companhia Docas do Ri...

LEGISLAÇÕES

terça-feira, 22 de fevereiro de 2022

0

CLANDESTINOS SÃO ACHADOS A BORDO DE NAVIO NO PORTO DE SANTOS

 

Eles seguiram viagem com o mesmo navio, o Era S, de volta à Nigéria

A Guarda Portuária (GPort) e a Polícia Federal (PF) foram acionadas para comparecer no navio Era S, atracado no Terminal Açucareiro Copersucar (TAC), no Porto de Santos, litoral de São Paulo, após trabalhadores portuários flagraram clandestinos à bordo.

Segundo as autoridades, pelo menos seis nigerianos clandestinos foram encontrados a bordo em condições precárias de higiene e sem alimentação. Ao chegarem ao cais santista e perceberem a movimentação de trabalhadores, os estrangeiros começaram a pedir ajuda pelas janelas.

O navio 'Era S', de bandeira do Panamá, atracou no cais santista no dia 1º de fevereiro, mas as autoridades só tomaram ciência da situação no dia 4. O navio completou uma viagem de 15 dias, do Porto de Lagos, na Nigéria, até Santos.

De acordo com a Polícia Federal, os nigerianos devem voltar ao país de origem para repatriação. Eles seguiram viagem com o mesmo navio, o Era S, de volta à Nigéria.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário.