Noticias e artigos em tudo que envolve a segurança nos portos do Brasil

Postagem em destaque

AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS PUBLICA EDITAL DE CONCURSO PARA A GUARDA PORTUÁRIA

As inscrições serão aceitas durante os dias 1º de abril a 06 de maio. A data prevista para a prova é 23 de junho A Autoridade Portuária de...

LEGISLAÇÕES

quinta-feira, 29 de setembro de 2022

0

PORTO DE VITÓRIA GANHA CERTIFICAÇÃO INTERNACIONAL DE SEGURANÇA

 

O selo ISPS Code foi concedido pela Conportos

A Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa) agora tem certificação internacional de segurança. O selo ISPS Code (sigla para International Ship and Port Facility Security Code) foi concedido pela Comissão Nacional de Segurança Pública nos portos, Terminais e Vias Navegáveis (Conportos) no final de agosto, e publicado no dia 14, no Diário Oficial da União (DOU).

A emissão da Declaração de Cumprimento (DC) foi comemorada por gestores e colaboradores da empresa. O diretor de Infraestrutura e Operações, Bruno Fardin, lembrou que foram meses de trabalho. "Todo esforço e dedicação valeram à pena", disse. E completou: "Este é um selo importante que poucas autoridades portuárias no Brasil ostentam".

O processo até a deliberação é longo. Para a conquista da certificação, o Porto de Vitória precisou implementar normas e medidas internacionais de segurança para controle de acessos e monitoramento. O Conportos homologou o Estudo de Avaliação de Riscos (EAR) e o Plano de Segurança Portuária (PSP), anteriormente aprovado no âmbito da Comissão Estadual de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (CESPORTOS) e emitiu a DC.

Validade

A certificação vale por cinco anos, a contar da data da publicação no DOU. A Conportos é composta pelos Ministérios da Justiça, Defesa – Comando da Marinha do Brasil (MD/CMB), Fazenda (MF), Relações Exteriores (MRE), Infraestrutura e, como participante, a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), além das Comissões Estaduais de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (CESPORTOS).

Um porto certificado é um porto seguro. Segundo o coordenador de Segurança Portuária, Reroldi Monteiro, a elaboração de um EAR, por exemplo, "garante a eficácia e a adequabilidade às medidas e procedimentos de segurança necessários para a proteção de qualquer complexo portuário analisado. Representa maior confiança do mercado, novas oportunidades e credibilidade". Importante destacar que o registro também é feito junto ao IMO (International Maritime Organization).

Para esta conquista houve o envolvimento de muitos trabalhadores e, em especial, dos times das coordenações de Segurança Portuária, Obras e Manutenção, Tecnologia da Informação e de Serviços Gerais, e da Superintendência de Projetos.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário e insira o seu e-mail.