Noticias e artigos em tudo que envolve a segurança nos portos do Brasil

Postagem em destaque

AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS PUBLICA EDITAL DE CONCURSO PARA A GUARDA PORTUÁRIA

As inscrições serão aceitas durante os dias 1º de abril a 06 de maio. A data prevista para a prova é 23 de junho A Autoridade Portuária de...

LEGISLAÇÕES

sexta-feira, 13 de janeiro de 2023

0

PCC MONTA EMPRESA DE LOGÍSTICA PARA ENVIAR COCAÍNA À EUROPA, DIZ POLÍCIA

 

A Receita Federal detectou três carregamentos de cocaína, em cargas de açúcar, que passaram pelo mesmo pátio de exportação em Santos

Policiais civis da Baixada Santista investigam a participação de traficantes de drogas ligados ao PCC (Primeiro Comando da Capital) na criação de empresas logísticas destinadas à exportação de cocaína à Europa, escondida em meio às cargas lícitas em contêineres no Porto de Santos.

A suspeita ganhou força em agosto deste ano, quando técnicos da Receita Federal detectaram três carregamentos de cocaína, totalizando quase 1,7 tonelada da droga, escondidos em cargas de açúcar. Todos eles passaram pelo mesmo pátio de exportação em Santos.

O pátio está sob fiscalização aduaneira e a responsabilidade local é de uma empresa de logística constituída em 2017. Segundo policiais civis, a companhia é de propriedade de um empresário de 38 anos, da Baixada Santista.

Investigadores de Santos e da Praia Grande apuraram que a empresa foi registrada com capital social de R$ 100 mil e que em 8 de outubro de 2019 houve alteração para R$ 800 mil, passando a ter também como único sócio o empresário suspeito.

Ele e dois parceiros foram presos na semana passada e são acusados por tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. Com o trio, a polícia disse ter apreendido R$ 1 milhão em espécie, fuzis, pistolas semiautomáticas, munição, motocicletas e carros importados e ao menos 50 kg de cocaína.

A Polícia Civil investiga se houve participação de pessoas da empresa nas remessas de droga em contêineres para a Europa. Um dos carregamentos, de 700 kg de cocaína, foi apreendido em Santos por agentes da Receita Federal com a ajuda de um cão farejador.

Outras duas remessas, sendo uma de 520 kg e outra de 460 kg de cocaína, foram apreendidas na Espanha pela polícia local. Esses dois carregamentos também partiram do Porto de Santos e a droga estava escondida em cargas lícitas de açúcar.

Ainda segundo os policiais civis, o empresário preso não pertence ao PCC, mas tem fortes ligações com comparsas integrantes da facção criminosa, alguns deles grandes narcotraficantes foragidos na Bolívia, país produtor de cocaína.

Na mira da polícia

O empresário e um funcionário dele começaram a ser investigados em 2021, quando policiais civis receberam uma denúncia informando que ambos atuavam em uma organização criminosa que praticava tráfico de drogas e roubos contra instituições financeiras e condomínios de luxo.

Os agentes seguiram os passos dos suspeitos e descobriram que eles usavam veículos da empresa de logística e saíam da Baixada Santista com destino à comunidade de Heliópolis, onde se encontravam com outros comparsas para tratar de remessas de armas, explosivos e drogas.

Outros encontros aconteciam em uma cafeteria na alameda Campinas, nos Jardins, em São Paulo. Ao investigar o empresário e o funcionário dele, os policiais civis chegaram a outros quatro suspeitos de envolvimento no tráfico internacional de drogas. Todos estão na mira da polícia.

Os suspeitos foram filmados e fotografados durante vários encontros. Os policiais apuraram que dois deles chegaram inclusive a viajar para Dubai, nos Emirados Árabes, país — de acordo com os agentes — para onde é destinado dinheiro do tráfico de drogas e do crime organizado.

Fonte: JosmarJozino / colunista site UOL


Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário e insira o seu e-mail.