Noticias e artigos em tudo que envolve a segurança nos portos do Brasil

Postagem em destaque

AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS PUBLICA EDITAL DE CONCURSO PARA A GUARDA PORTUÁRIA

As inscrições serão aceitas durante os dias 1º de abril a 06 de maio. A data prevista para a prova é 23 de junho A Autoridade Portuária de...

LEGISLAÇÕES

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2024

0

OPERAÇÃO CONJUNTA DA GUARDA PORTUÁRIA E POLÍCIA CIVIL PRENDE HOMEM APONTADO COMO INTEGRANTE DO COMANDO VERMELHO

 

Ele tinha um mandado de prisão preventiva pelo crime de associação para o tráfico de drogas

Na noite da sexta-feira (26/01), a Guarda Portuária (GPort) e a Polícia Civil (PCERJ), em operação conjunta, capturaram no Porto de Itaguaí, no estado do Rio de Janeiro um indivíduo acusado de integrar uma organização criminosa voltada para o tráfico de drogas na comunidade do “Cavalão” em Niterói.

Um trabalho de inteligência e cooperação mútua de monitoramento entre as instituições detectou que um indivíduo que tinha acessado o porto para trabalhar estava com um mandado de prisão preventiva pelo crime de associação para o tráfico de drogas.

Policiais civis e guardas portuários do Grupamento de Ações Extraordinárias (GAEX) e do Setor de Cartório da Autoridade Portuária cumpriram o mandado de prisão.

Ele foi conduzido à Delegacia de Campos Eliseos - 60ª DP, em Duque de Caxias, na baixada Fluminense, para o registro do boletim de ocorrência da localização de foragido.

A delegada da Polícia Civil, Muriel Menezes, disse em entrevista ao RJ no Ar, da TV Record, que o monitoramento da GPort foi que possibilitou a prisão ao detectar que ele estava trabalhando como estivador no porto.

De acordo com a PCERJ, Morais negociava compra de drogas e organizava reuniões e eventos para líderes da maior facção criminosa do estado.

Segundo o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPERJ) O preso, Claudenor Estevão de Morais, 53 anos, vulgo “FIA” ou “MULETINHA”, é ligado à facção criminosa Comando Vermelho (CV) do Morro do Cavalão, em Niterói.

Foto: reprodução RJTV - Rede Record

O preso foi transferido para o Presídio de Benfica, na zona norte da capital do RJ e vai responder pelo crime de associação ao tráfico de drogas.

Trabalho Conjunto

Esta ação demonstra mais uma vez que, o comprometimento e a eficácia do trabalho conjunto das instituições de segurança resultando na prisão de procurado pela justiça, contribui significativamente para a segurança púbica do país.

No dia 9 de janeiro essa integração da Polícia Civil e da Guarda Portuária, resultou na captura de um foragido escondido no Cais do Caju, dentro do Porto do Rio de Janeiro.

Ambas as forças de segurança são integrantes do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP), implantado pela Lei nº 13.675, sancionada em 11 de junho de 2018, que prevê, além do compartilhamento de dados, operações e colaborações nas estruturas federal, estadual e municipal.

ISPS Code

A localização dos foragidos e procurados pela justiça pela Guarda Portuária foi possível em virtude do Código Internacional para a Proteção de Navios e Instalações Portuárias (ISPS Code – International Ship & Port Facility Security Code), ou simplesmente Código ISPS, implantado no Porto do Rio de Janeiro, que possibilita o controle de acesso de todos que acessam à área interna do porto.

Veja abaixo link de outras prisões de foragidos da justiça realizadas em virtude do trabalho conjunto da Guarda Portuária e da polícia Civil no Porto do Rio de Janeiro:

29/12/20 - GUARDA PORTUÁRIA PRENDE FORAGIDO DA JUSTIÇA NO PORTO DO RIO

18/01/21 - GUARDA PORTUÁRIA PRENDEU MAIS UM PROCURADO DA JUSTIÇA NO PORTO DO RIO

22/02/21 - GUARDA PORTUÁRIA CAPTURA FORAGIDO DA JUSTIÇA NO PORTO DO RIO

03/03/21 - GUARDA PORTUÁRIA PRENDE PROCURADO DA JUSTIÇA NO PORTO DO RIO

01/10/21 – GUARDA PORTUÁRIA PRENDE HOMEM QUE TINHA MANDADO DE PRISÃO EXPEDIDO PELA JUSTIÇA

25/10/21 - CONDENADO POR MATAR AMANTE É CAPTURADO PELA GUARDA PORTUÁRIA NO PORTO DO RIO

09/01/24 - GUARDA PORTUÁRIA DETÉM FORAGIDO DA JUSTIÇA NO PORTO DO RIO


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.   

* Texto: O texto deste artigo relata acontecimentos, baseado em fatos obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis e dados observados ou verificados diretamente junto a colaboradores.

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e adicionado o link do artigo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário e insira o seu e-mail.