Noticias e artigos em tudo que envolve a segurança nos portos do Brasil

Postagem em destaque

AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS PUBLICA EDITAL DE CONCURSO PARA A GUARDA PORTUÁRIA

As inscrições serão aceitas durante os dias 1º de abril a 06 de maio. A data prevista para a prova é 23 de junho A Autoridade Portuária de...

LEGISLAÇÕES

quinta-feira, 7 de março de 2024

0

BRASIL E ALEMANHA ASSINAM ACORDO DE COOPERAÇÃO PARA COMBATER O TRÁFICO INTERNACIONAL DE DROGAS

Foto: Jamile Ferraris/MJSP

Ministra alemã do Interior, Nancy Faeser, se encontrou em Brasília com ministro Ricardo Lewandowski, da Justiça e Segurança Pública

O ministério alemão do Interior e o ministério brasileiro da Justiça e Segurança Pública assinaram no dia 26 de fevereiro, em Brasília, uma declaração conjunta de intenções para aprofundar a cooperação entre os dois países no combate ao crime organizado e ao tráfico de drogas.

O documento prevê ainda ações de combate ao tráfico de armas e de pessoas, à lavagem de dinheiro e a crimes ambientais, por meio de investigações conjuntas entre os dois países, a troca de informações entre autoridades e apoio a programas de formação e aperfeiçoamento das forças policiais.

Em Brasília desde o dia anterior, como parte de um roteiro que incluirá ainda Peru, Equador e Colômbia, a ministra alemã do Interior, Nancy Faeser, deu entrevista ao lado do ministro Ricardo Lewandowski e enfatizou a preocupação da Alemanha com o tráfico de cocaína – no ano passado, o país apreendeu 35 toneladas da droga, a maioria no porto de Hamburgo.

"Vejo com grande preocupação a importação massiva de cocaína da América Latina. Essa droga destrói pessoas e entrega enormes lucros ao crime organizado", declarou Faeser.

A social-democrata afirmou ainda querer contribuir para reverter "a influência destrutiva dos cartéis de drogas" na região e conter a violência que eles provocam – também na Europa. Isso requer, segundo a ministra, "uma ação mais dura e melhor coordenada internacionalmente contra o tráfico de cocaína e de outras drogas".

Segundo Lewandowski, o Brasil está interessado em aplicar a inteligência artificial no combate ao crime organizado, "especialmente em relação ao narcotráfico e à lavagem de dinheiro".

Apreensões recordes de cocaína em portos europeus

Recentemente, o prefeito de Hamburgo, Peter Tschentscher, viajou junto com os prefeitos de Rotterdã (Holanda) e Antuérpia (Bélgica) à Colômbia e ao Equador para discutir uma estratégia conjunta de combate ao tráfico.

No ano passado, a apreensão de cocaína no porto belga chegou a 116 toneladas; na Holanda, esse número foi de 59 toneladas.

O Equador, que esteve no roteiro dos prefeitos e está no roteiro de Faeser, está em estado de exceção desde o início de janeiro, quando o presidente Daniel Noboa anunciou medidas para controlar prisões e combater organizações criminosas.

Fonte: DW


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.   

* Texto: O texto deste artigo relata acontecimentos, baseado em fatos obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis e dados observados ou verificados diretamente junto a colaboradores.

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e adicionado o link do artigo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário e insira o seu e-mail.