Postagem em destaque

QUEM SÃO OS BANDIDOS BRASILEIROS MAIS PROCURADOS NO PAÍS E NO MUNDO? VEJA LISTA

  Dos 18 foragidos na lista nacional, oito têm ordem de prisão por crime de tráfico de drogas (44%) Traficantes e assaltantes conhecidos, ma...

LEGISLAÇÕES

sexta-feira, 4 de dezembro de 2020

0

EXERCÍCIO DE SEGURANÇA FÍSICA NUCLEAR FOI REALIZADO NO PORTO DO RIO DE JANEIRO

 

O Exercício envolveu dezenas de profissionais de 30 organizações.

No período de 24 a 26 de novembro foi realizado, no Porto do Rio de Janeiro, o Exercício de Segurança Física Nuclear em Porto (ESFPORTO – 2020). A atividade foi coordenada pelo Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI /PR), Órgão Central do Sistema de Proteção ao Programa Nuclear Brasileiro (SIPRON).

A Comissão Nacional de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (CONPORTOS), que coordenou o evento em conjunto com o GSI, teve o apoio da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ) e da Marinha do Brasil (MB).

 Foto: Divulgação CDRJ

A cerimônia de abertura, que aconteceu na Superintendência Regional da Polícia Federal no Rio de Janeiro, contou com a presença de diversas autoridades civis e militares. O Exercício envolveu dezenas de profissionais de 30 organizações, incluindo representantes das autoridades intervenientes do porto, de instituições policiais, das forças armadas e de empresas portuárias.

 Foto: Ilona Maria de Brito Sá - Ibama/RJ

Objetivo

O objetivo foi avaliar a capacidade de pronta-resposta dos órgãos e entidades envolvidos diante de uma emergência nuclear em áreas portuárias, testar a efetividade dos protocolos e promover a interação entre os participantes.

Exercício

O Exercício é elaborado a partir de requisitos para salvaguardar o transporte de material nuclear ou radioativo pelos modais terrestre e marítimo, estabelecidos pela Organização Marítima Internacional (IMO, na sigla em inglês) e pela Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), das quais o Brasil é membro.

Para o Exercício, foi criado um cenário simulando incidentes no transporte de material nuclear/radiológico no Porto do Rio de Janeiro, incluindo etapas como a aproximação do navio, os preparativos para desembarque, para o transporte terrestre e a saída do porto. Foram realizadas também simulações de controle de emergência visando testar os protocolos e procedimentos para, de forma coordenada, gerenciar todas as capacidades das organizações e gerar ações preventivas para esse tipo de acidente.

Guarda Portuária

Para o superintendente da Guarda Portuária, José Tadeu Diniz, o Exercício de Segurança Física Nuclear em Porto também se constitui numa oportunidade para o aprimoramento da gestão de risco: “Por meio dessa atividade, podemos identificar vulnerabilidades, conhecer as ameaças e adotar as boas práticas de prevenção. Sabemos que o risco de acidentes dessa natureza é muito baixo, mas devemos estar sempre preparados, porque as consequências seriam desastrosas para a população, o meio ambiente e a economia”.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.                                                                      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário.