Postagem em destaque

QUEM SÃO OS BANDIDOS BRASILEIROS MAIS PROCURADOS NO PAÍS E NO MUNDO? VEJA LISTA

  Dos 18 foragidos na lista nacional, oito têm ordem de prisão por crime de tráfico de drogas (44%) Traficantes e assaltantes conhecidos, ma...

LEGISLAÇÕES

segunda-feira, 3 de maio de 2021

0

GUARDA PORTUÁRIA GARANTE ACESSO AO SISTEMA DE CONSULTAS INTEGRADAS DA SSP

 

Formalização do termo de cooperação aconteceu ao longo da última semana

Com atribuição em toda a poligonal portuária, a Guarda Portuária (GPORT) se caracteriza como um importante braço de segurança para as atividades dos portos do Rio Grande do Sul. Em uma reunião, ao longo da última semana, aconteceu a formalização do termo de cooperação que garante aos agentes o acesso ao sistema integrado de consultas (CSI) da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

A GPORT realiza patrulhamento no entorno das instalações portuárias e em caso de necessidade efetuar uma abordagem, a partir do acesso ao sistema, será possível que os guardas portuários confiram a situação criminal de uma pessoa e façam a condução para a autoridade policial competente, caso seja necessário.

A integração com os demais órgãos da segurança pública não é algo novo para a GPORT, que já realizou uma série de ações com a Brigada Militar, Polícia Federal, Receita Federal e Patrulha Ambiental (Patram) da Brigada Militar. Como exemplo, destacam-se operações que terminaram na prisão de ladrões de soja, entre outras.

O CSI funciona como um grande agregador de informações e a partir de convênios firmados entre as instituições é possível ter acesso aos principais detalhes que são necessários para o atendimento de ocorrências. O ingresso da GPORT ao sistema integrado também permitirá o compartilhamento com as demais forças de segurança dos dados gerados pelas ações desenvolvidas no âmbito dos portos de Rio Grande, Pelotas e Porto Alegre.

O chefe da guarda dos portos do Rio Grande do Sul, Rômulo Furtado, destacou a importância desta interação e lembrou que, assim como a grande maioria da população, as organizações criminosas também estão integradas ao mundo digital. "A abertura deste canal de acesso trará agilidade aos processos, bem como abrirá um novo universo na seara da segurança portuária dos portos do Rio Grande do Sul", afirmou.

O compartilhamento de informações também foi destacado por ele como positivo. "É mais um passo significativo que damos em direção daquilo que defendemos desde que as guardas portuárias foram reconhecidas como membros operacionais do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP) que é o estreitamento dos laços e a efetiva integração entre as forças de segurança para que possamos combater o avanço do crime organizado” completou ele.

Texto e fotos: Rodrigo de Aguiar/Portos RS

Fonte: Portosrs


Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário.