Noticias e artigos em tudo que envolve a segurança nos portos do Brasil

Postagem em destaque

AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS PUBLICA EDITAL DE CONCURSO PARA A GUARDA PORTUÁRIA

As inscrições serão aceitas durante os dias 1º de abril a 06 de maio. A data prevista para a prova é 23 de junho A Autoridade Portuária de...

LEGISLAÇÕES

terça-feira, 11 de outubro de 2022

0

PF REALIZA AÇÃO CONTRA TRÁFICO INTERNACIONAL DE DROGAS NO PARÁ

 

Além do tráfico, há suspeita de que parte dos envolvidos atue na lavagem de dinheiro

A Polícia Federal (PF), em conjunto com a Polícia Judiciária de Portugal e da Europol (Agência da União Europeia para a Cooperação Policial), e apoio da Receita Federal do Brasil (RFB), cumpriu, na última quarta-feira, (5/10), 22 mandados de busca e apreensão em Belém, Ananindeua/PA, Marituba/PA e Barcarena/PA.

Trata-se da Operação Euterpe, que faz parte do inquérito policial que apura a exportação de 320 KG de cocaína apreendidos no país europeu, no fim de junho. Na ocasião, Operação Norte Tropical, três brasileiros foram presos em flagrante por tráfico internacional de drogas.

Os mandados de busca e apreensão ocorreram em residências e empresas com suspeita de fazer parte de grupo criminoso que leva grandes quantidades de cocaína à Europa. Foram apreendidos aparelhos eletrônicos e documentos que podem reforçar a investigação e indicar a possível participação de outras pessoas nos crimes. O trabalho foi acompanhado na capital paraense, por um investigador da Polícia Judiciária de Portugal.

O empresário Marco Antônio e o tenente Aderaldo de Freitas Neto foram presos por tráfico internacional de drogas (Reprodução/Redes Sociais/o Liberal)

Os três presos na Operação Norte Tropical, na primeira etapa da investigação, são o tenente Aderaldo Pereira de Freitas Neto, tenente da PM do Pará; e o empresário Marco Antônio Faria Júnior, que tem negócios em Barcarena, nordeste do Pará. Com a operação desencadeada foi confirmado que o terceiro suspeito detido em Lisboa, é o paraense Nilson de Souza Castro Neto.

Eles permanecem em um presídio de Portugal. As identidades foram confirmadas por fontes da Polícia Judiciária de Portugal e pela Promotoria de Justiça Militar do Pará.

A partir daí, a Europol entrou em cooperação com a Polícia Federal e a Polícia Judiciária de Portugal para continuar as investigações e desmantelar o grupo criminoso que leva droga da América do Sul à Europa.

Eles podem ter envolvimento com dois dos maiores traficantes da Europa: Ruben Oliveira, conhecido como “Xuxas” – tido como o maior traficante português –, e por Sérgio Carvalho – o “Major Carvalho”, também chamado de “Escobar brasileiro”.

Nome da operação

Esta operação foi batizada de Euterpe por este ser o nome científico do açaí mais frequente na região Norte. A referência é porque a cocaína levada a Portugal estava disfarçada em uma grande carga de açaí, embarcada do Porto de Vila do Conde, em Barcarena.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário e insira o seu e-mail.