Noticias e artigos em tudo que envolve a segurança nos portos do Brasil

Postagem em destaque

AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS PUBLICA EDITAL DE CONCURSO PARA A GUARDA PORTUÁRIA

As inscrições serão aceitas durante os dias 1º de abril a 06 de maio. A data prevista para a prova é 23 de junho A Autoridade Portuária de...

LEGISLAÇÕES

quinta-feira, 3 de novembro de 2022

0

PORTO DE PARANAGUÁ FAZ SIMULADO DE RESGATE DE VÍTIMA EM INCÊNDIO

 

O objetivo foi acionar todos os envolvidos para trabalho integrado, avaliar procedimentos e tempo de resposta

O exercício, realizado no dia 25 de outubro no Porto de Paranaguá, no Litoral do Paraná, simulou fogo na alça de um shiploader (equipamento usado para carregar navios) com vítima intoxicada por fumaça, baseado em situação real, já ocorrida num porto de Santa Catarina.

O objetivo foi acionar todos os envolvidos para trabalho integrado, avaliar procedimentos e tempo de resposta.

“É a oportunidade de testar nossos fluxos, nossos tempos de resposta, como são dados os acionamentos. Procuramos trazer cenários mais reais possíveis, e esse de hoje foi uma situação que aconteceu em outro porto. Como a operação e o equipamento utilizado lá é muito semelhante ao utilizado aqui, a gente testou esse cenário”, explica José Sbravatti, gerente de Saúde e Segurança do Trabalho da empresa pública Portos do Paraná, que administra o porto.

A situação retratada foi um princípio de incêndio na ponta da lança do shiploader com vítima no local. “Mobilizamos nosso pessoal para que pudêssemos testar os nossos recursos para atender uma emergência desse porte. Essa frequência dos exercícios simulados é muito importante para que a gente sempre consiga melhorar nossos processos e esteja com a capacidade efetiva de atendimento a emergências”, destaca Sbravatti.

Tão logo constatado o evento, a brigada da ATEXP (Associação dos Terminais do Corredor de Exportação) foi acionada e comunicou a Guarda Portuária (GPort), daí se deram as mobilizações também da ambulância de resgate do OGMO – Órgão Gestor de Mão de Obra e do Corpo de Bombeiros.

“O simulado foi muito satisfatório, todos se envolveram com garra, que é o que prezamos nestes exercícios. Todo o envolvimento das pessoas e a sequência de ações foram muito positivos”, elogia.

De acordo com o assessor especialista Felipe Zacharias, a Portos do Paraná mantém um cronograma constante de exercícios deste tipo. “Vamos intensificar os exercícios simulados para 2023, para que seja possível aprimorar nossas ações internas e atingir a excelência quando solicitado”, aponta.

Foi esse o treinamento que o 3º sargento Vanderli Alves Ferreira, do Corpo de Bombeiros, achou mais importante. “Foi muito bom esse simulado para a integração dos órgãos, o Corpo de Bombeiros, a brigada da empresa, o próprio Porto. Todos falando a mesma língua para que num eventual sinistro verídico todos possam desempenhar o melhor possível para debelar a situação de incêndio. Tiramos muitas lições e aperfeiçoamento”, finaliza.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário e insira o seu e-mail.