Noticias e artigos em tudo que envolve a segurança nos portos do Brasil

Postagem em destaque

OPERAÇÃO CONJUNTA DA GUARDA PORTUÁRIA E POLÍCIA CIVIL PRENDE HOMEM APONTADO COMO INTEGRANTE DO COMANDO VERMELHO

  Ele tinha um mandado de prisão preventiva pelo crime de associação para o tráfico de drogas Na noite da sexta-feira (26/01), a Guarda Po...

LEGISLAÇÕES

quarta-feira, 14 de dezembro de 2022

1

PF DEFLAGRA OPERAÇÃO NÁUFRAGO DE COMBATE AO TRÁFICO DE DROGAS NO PORTO DE PORTO VELHO

 

O grupo escoava a droga dissimulada em mercadorias de sapatos através do porto fluvial de Porto Velho

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã do dia 30 de outubro, a “Operação Náufrago”, em cumprimento a mandados de busca e apreensão, além de 19 mandados de prisão preventiva, todos expedidos pela 1ª Vara de Delitos de Tóxicos da Comarca de Porto Velho/RO.

A investigação visa desarticular uma Organização Criminosa especializada no tráfico interestadual de drogas utilizando o porto da cidade de Porto Velho, em Rondônia, como base logística da remessa das cargas ilícitas para o Nordeste do Brasil.

O trabalho de investigação teve início em 2021 com a apreensão de 400 kg de cocaína na cidade de Porto Velho. A partir de então foram identificadas outras duas remessas de cocaína com destino ao Estado de São Paulo, com a apreensão de 442 kg na cidade de Guarulhos/SP e, a segunda, de 200 kg, na capital paulista, com a prisão em flagrante dos envolvidos.

A investigação realizada pela PF demonstrou que os envolvidos remetiam a droga da cidade de Porto Velho ao Estado da Bahia utilizando de uma suposta empresa de transportes de cargas com sede nas imediações do Aeroporto Internacional de Guarulhos e filial na capital de Rondônia. Por meio de carretas o grupo ainda escoava a droga dissimulada em mercadorias de sapatos através do porto fluvial de Porto Velho.

Além dos mandados de prisão preventiva e busca e apreensão, a 1ª Vara de Delitos de Tóxicos da Comarca de Porto Velho decretou o sequestro e indisponibilidade de imóveis, veículos e lanchas de luxo adquiridos pelo grupo com o dinheiro do narcotráfico.

Os indiciados responderão, na medida de sua participação, pelos crimes de tráfico interestadual de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro, cujas penas somadas podem ultrapassar anos de prisão em regime fechado.

A operação contou com a participação de 128 policiais federais que cumpriram os mandados nas cidades de Porto Velho/RO, Manaus/AM, Itaituba/PA, Guarulhos/SP, São Paulo/SP e Salvador/BA.

O nome “Náufrago” faz alusão ao termo utilizado pela Orcrim na ocasião da apreensão da carga de cocaína a ser enviada através da logística portuária.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Um comentário:

  1. Gente, infelizmente tem um inocente nessa história! Meu esposo e eu fizemos umas viagens pra essa empresa em 2021. Mais tudo certinho tecidos, sapatos e até ração. Mais c notas fiscais. Eu filmei as viagens inteira nunca vi nada de ilicito ou anormal.. mais como meu esposo era somente o motorista está sendo acusado de ter ciência dessa coisas horríveis que eu abomino e ele também. Sempre trabalhamos honestamente! devido a uma interceptação do patrão ,o meu esposo pedindo combustível pro caminhão pra entregas como é de uma logística normal colocar diesel, caminhao usa diesel. PF arrolou meu esposo. E apenas isso que usam de prova contra meu esposo. E não tem nada a mais do que isso. Somos inocentes... se perguntarem em outras empresa que ele trabalhou todos dirão que meu esposo sempre teve e tem boa conduta. Agora ele preso injustamente nossos filhos e eu passando necessidade e meu esposo lá preso em outro estado e nos sem saber notícias dele. Pelo amor de Deus! Queria ter dinheirinho pra provar isso mais sempre a corda estoura pro lado mais fraco. Só peço a Deus justiça. :( e que esse pesadelo acabe.

    ResponderExcluir

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário e insira o seu e-mail.