Noticias e artigos em tudo que envolve a segurança nos portos do Brasil

Postagem em destaque

AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS PUBLICA EDITAL DE CONCURSO PARA A GUARDA PORTUÁRIA

As inscrições serão aceitas durante os dias 1º de abril a 06 de maio. A data prevista para a prova é 23 de junho A Autoridade Portuária de...

LEGISLAÇÕES

terça-feira, 26 de dezembro de 2023

0

GUARDA PORTUÁRIA PRENDE DOIS TRIPULANTES POR TRÁFICO TRANSNACIONAL DE DROGAS

 

Eles tentavam embarcar no Porto de Santos com 10 kg de cocaína escondida no fundo falso de sacolas e presa ao corpo

Na madrugada da última terça-feira (19/12), por volta de 1h45, a Guarda Portuária (GPort) prendeu em flagrante dois tripulantes filipinos, com aproximadamente 10 kg de cocaína, durante fiscalização de rotina realizada no portão de acesso à área interna (PFP-Macuco 01), quando estavam a caminho do navio “Premium do Brasil”, atracado no cais do armazém 29, no Porto de Santos, que tinha como destino à Bélgica.

Durante a abordagem, o guarda portuário de serviço no local, ao perguntar sobre o conteúdo das sacolas que transportavam, os dois tripulantes ficaram agitados. Ao verificar as compras que eles traziam, verificou que havia uma sacola dentro da outra, criando um fundo falso, localizando ali pacotes de cocaína.

De imediato foi solicitado apoio pelo rádio e várias viaturas se dirigiram para o local em apoio. Diante da fundada suspeita, foi realizada uma revista pessoas, sendo então descoberto que um dos tripulantes ocultava droga sob as vestes, escondida com o auxílio de uma cinta elástica.

Após receberem voz de prisão pelo flagrante delito, os tripulantes foram conduzidos pela GPort à Delegacia da Polícia Federal (PF), onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante.

Os presos foram encaminhados à Justiça Federal, onde poderão responder por tentativa de tráfico transnacional de drogas.

Modus Operandi

O método utilizado é chamado de “formiguinha”, quando a droga é levada para bordo dos navios por tripulantes ou trabalhadores portuários, em pequenas quantidades, oculta nos seus pertences ou junto ao corpo, por várias pessoas ou pelas mesmas pessoas em várias viagens.

Quando a droga é presa oculta junto ao corpo, este método é chamado de “barrigada”.

Apreensão não está relacionada a GLO

Esta prisão e apreensão da droga não está relacionada a Operação “Laís de Guia”, na Operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), conforme foi divulgado pelo “press release” da Marinha, na sua página na internet e divulgado por diversas mídias.


A apreensão não ocorreu graças à vigilância atenta da Patrulha de Controle de Tráfego Terrestre da Unidade Terrestre de Patrulhamento Itinerante.

Ao contrário do que foi divulgado, não foi uma ação interagências, envolvendo a Marinha do Brasil, Autoridade Portuária e Órgãos de Segurança Pública.

A Guarda Portuária, mesmo estando inserida no plano Nacional de Segurança Pública Portuária (PNSPP) e fazer parte do SUSP-Sistema Único de Segurança Pública, não foi incluída na GLO.

O que disse a Polícia Federal

Na página da internet da Polícia Federal o titulo é: “PF prende dois filipinos por tráfico transnacional de drogas”, no entanto, o artigo cita que a prisão em flagrante dos dois tripulantes filipinos, ocorreu durante uma fiscalização de rotina realizada pela Guarda Portuária.

Afirma ainda que após a detenção realizada pela Guarda Portuária, os suspeitos foram conduzidos à Delegacia da Polícia Federal de Santos, não citando que a ocorrência faz parte da operação “Laís de Guia”, relacionada a GLO.

O que disse a Autoridade Portuária

Segundo o site g1, a Autoridade Portuária de Santos (APS) informou que as prisões ocorreram durante uma fiscalização de rotina, quando os tripulantes foram revistados no portão de acesso ao acessarem o cais para retornar ao navio, e que eles foram conduzidos até a Delegacia da Polícia Federal de Santos pela Guarda Portuária.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.   

* Texto: O texto deste artigo relata acontecimentos, baseado em fatos obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis e dados observados ou verificados diretamente junto a colaboradores.

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e adicionado o link do artigo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário e insira o seu e-mail.