Noticias e artigos em tudo que envolve a segurança nos portos do Brasil

Postagem em destaque

AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS PUBLICA EDITAL DE CONCURSO PARA A GUARDA PORTUÁRIA

As inscrições serão aceitas durante os dias 1º de abril a 06 de maio. A data prevista para a prova é 23 de junho A Autoridade Portuária de...

LEGISLAÇÕES

quinta-feira, 4 de janeiro de 2024

0

ESPANHA APREENDE 2 TONELADAS DE COCAÍNA EM NAVIO PROCEDENTE DO RIO DE JANEIRO

 

Cinco tripulantes da embarcação e uma pessoa em terra foram detidas pelas autoridades na ilha de Tenerife

A Guarda Civil, a Agência Tributária e a Polícia Nacional, no âmbito de uma ação conjunta, apreenderam no Porto de Santa Cruz de Tenerife 2 toneladas de cocaína que estavam escondidos no tanque de lastro de um navio mercante, de bandeira italiana procedente do Rio de Janeiro.

A Guarda Civil espanhola informou na última quinta-feira (28) em comunicado que, na operação realizada no dia 18 de dezembro, foram detidas seis pessoas, cinco das quais eram tripulantes do navio — um italiano, um romeno e três filipinos —, bem como outro filipino que se encontrava na ilha de Tenerife.

A detecção do entorpecente exigiu uma inspeção exaustiva do navio mercante por mais de 15 horas devido o método de ocultação, às dimensões da embarcação e à dificuldade de busca. A droga estava escondida em um tanque de lastro do navio mercante, que havia sido manipulado para esse fim.

A operação teve início às 9h do dia 18 de dezembro, coincidindo com a chegada ao porto de Santa Cruz de Tenerife do navio “Grande Francia”, de bandeira italiana. Trata-se de uma embarcação com 214 metros de comprimento, chamada de embarcação ‘Ro-Ro’ (Roll on-Roll off), que transportava uma carga de veículos.

O navio mercante vinha do Rio de Janeiro (Brasil) e viajava numa das 'rotas quentes' do tráfico internacional de drogas, tendo como próximo destino o Porto de Marselha, na França.

Com a chegada do navio ao Porto de Tenerife, uma equipa conjunta composta por agentes da Guarda Civil e da Polícia Nacional e funcionários da Agência Tributária, procedeu à realização de uma das chamadas 'visitas de fundeio', com vários revezamentos ao longo do percurso, por mais de 15 horas em que todas as instalações do navio foram inspecionadas.

Durante a fiscalização no sea chest, um tanque de lastro do navio mercante chamou a atenção da equipe de detecção. Após a abertura do tanque, foi encontrado em seu interior um grande número de pacotes de aniagem (Tecido de linho cru ou de juta) daqueles normalmente utilizados pelas organizações do tráfico de drogas para transportar drogas.

No interior do tanque foram detectados 69 fardos, totalizando um peso bruto de 2.055 kg de cocaína. 

Junto com os fardos de drogas puderam ser localizados diversos materiais (coletes salva-vidas, dispositivos de geolocalização, cordas, alimentos, garrafas de combustível, etc.) que, presumivelmente, os integrantes da organização criminosa utilizariam no momento para retirar a mercadoria do local.

Os detidos, juntamente com a droga, foram colocados à disposição do Tribunal de Instrução número 3 de Santa Cruz de Tenerife. A operação foi realizada no âmbito da habitual troca de informações com outras organizações nacionais e internacionais.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.   

* Texto: O texto deste artigo relata acontecimentos, baseado em fatos obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis e dados observados ou verificados diretamente junto a colaboradores.

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e adicionado o link do artigo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário e insira o seu e-mail.