Noticias e artigos em tudo que envolve a segurança nos portos do Brasil

Postagem em destaque

AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS PUBLICA EDITAL DE CONCURSO PARA A GUARDA PORTUÁRIA

As inscrições serão aceitas durante os dias 1º de abril a 06 de maio. A data prevista para a prova é 23 de junho A Autoridade Portuária de...

LEGISLAÇÕES

sexta-feira, 24 de maio de 2024

0

CESPORTOS REALIZA SIMULADO NO COMPLEXO PORTUÁRIO DE TUBARÃO


Exercício simulou busca de entorpecentes em navio mercante no complexo portuário de Tubarão, em Vitória, no Espírito Santo

A Comissão Estadual de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis no Estado do Espírito Santo (Cesportos-ES) realizou no dia 15 de maio, um exercício simulado de busca de entorpecentes em navio mercante no complexo portuário de Tubarão, em Vitória.

Participaram da simulação a Polícia Federal (PF), Receita Federal do Brasil (RFB), Marinha do Brasil (MB), VPORTS (Autoridade Portuária), Secretaria Estadual de Segurança Pública (SESP-ES), Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ), além das equipes de segurança dos terminais da VALE S.A., do Porto de Tubarão e com o Terminal de Produtos Siderúrgicos (TPS).

O exercício, que começou às 10h e se estendeu até 13 horas, teve como principal objetivo testar a conformidade das instalações portuárias com os requisitos internacionais de segurança estabelecidos pela Organização Marítima Internacional (IMO). O exercício também visou aprimorar a cooperação e a coordenação entre os diversos órgãos governamentais responsáveis pela segurança portuária.

Equipe K9 da RFB e PF - Foto: Divulgação RFB

Além do Grupo de Pronta Intervenção da Polícia Federal (GPI-PF), treinado para operações especiais, foram mobilizadas lanchas, drones e equipes K9 da PF e da RFB, que atuaram conjuntamente com cães de faro para realizar buscas detalhadas e garantir a segurança do perímetro.

Cão de Faro da Equipe K9 da RFB - Foto: Divulgação RFB

Durante o exercício, foram testados os procedimentos de resposta a emergências em caso de ocorrências desta natureza em um navio mercante atracado no porto. As equipes envolvidas atuaram na condução das operações, desde a detecção da ameaça até a retomada das atividades portuárias.

Equipe da GPI/PF - Foto: Divulgação RFB

A realização deste simulado reforça o compromisso das autoridades e das empresas envolvidas com a segurança e a proteção das instalações portuárias.

Lanchas foram utilizadas no exercício - Foto: Divulgação RFB

“Tudo colaborou para o sucesso da missão, desde o monitoramento por câmeras, passando pelo acionamento e imediato atendimento das autoridades públicas envolvidas e pela preciosa participação dos entes privados”, comentou o auditor-fiscal Luiz Cláudio Peixoto Lobo, delegado adjunto da Alfândega de Vitória, que acompanhou o desenrolar das ações.

Ao promover a capacitação das equipes e aprimorar os protocolos de segurança, a Cesportos-ES fortalece a resiliência do complexo portuário e garante a continuidade das operações de forma segura e eficiente, bem como resguarda a imagem comercial internacional do Estado do Espírito Santo”, disse a Cesportos-ES em nota.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.    

* Texto: O texto deste artigo relata acontecimentos, baseado em fatos obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis e dados observados ou verificados diretamente junto a colaboradores.

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e adicionado o link do artigo. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário e insira o seu e-mail.