Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

0

GUARDA PORTUÁRIA APREENDE MOTO COM PLACA TROCADA



Na madrugada do dia 27 de agosto, a Guarda Portuária do Porto de Santos, litoral de São Paulo, efetuou a apreensão de uma moto, cuja placa pesquisada era de outra motocicleta.
Durante fiscalização rotineira, efetuada em pontos pré-determinados, todos os dias, a qual tem a finalidade de realizar uma saturação nestes locais, os guardas portuários Murilo e Dannyel, integrantes da equipe da Ronda de Apoio com Motos (Rocam), ao pesquisarem a placa de várias motos que estavam estacionadas junto ao ponto de atracação da embarcação que faz a travessia entre Santos e Vicente de Carvalho, Distrito de Guarujá, se depararam com uma moto a qual a placa não correspondia ao modelo informado.

Em pesquisa no aplicativo Sinesp Cidadão a placa da moto averiguada, uma XLR 125, de cor azul, placa CTT 3500, de Ribeirão Preto, constava como sendo uma moto BMW, de cor preta, de Valinhos-SP. Ao perceber a presença dos guardas no local, o vigilante Sergio Santos Almeida se apresentou como proprietário do veículo, no entanto não apresentou nenhum documento que comprovasse a sua posse.

Indagado sobre a placa da moto, Sergio alegou que a placa verdadeira da moto caiu e por isso colocou outra placa que ele tinha achado.
Diante dos fatos, o indivíduo e a moto foram encaminhados para o 1º Distrito Policial de Santos, onde foram apresentados ao delegado Otávio Augusto C. R. de Carvalho, que determinou a elaboração do Boletim de Ocorrência (BO) por adulteração de sinal identificador de veículo automotor (art.311).

No Distrito, ao ser pesquisado o chassi da moto, foi apurado que a placa verdadeira da moto é DCS 8128, de Santos-SP, estando em nome de Ingrid Beck Alves Moraes, no entanto, na pesquisa da placa verdadeira e da placa que foi afixada, não constava nenhuma queixa.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES