Postagem em destaque

PF FLAGRA PORTUÁRIOS COM PACOTES DE COCAÍNA NO CORPO PARA EMBARQUE EM NAVIO

Trabalhadores do Porto de Santos tentaram levar carregamento até navio atracado no cais, que foi cercado pela Guarda Portuária. Tablete...

segunda-feira, 27 de junho de 2016

0

LANCHA DA GUARDA PORTUÁRIA SERÁ REFORMADA




Além da reforma dos equipamentos atuais, o contrato prevê a instalação de um novo motor, mais potente

Na última quarta-feira (22) a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) assinou com a empresa Leveforte Icoma Ltda., o contrato para a prestação de serviços de reforma e instalação de equipamentos na lancha da Guarda Portuária, denominada “Setenta”. Essa empresa é a fabricante da lancha.
O contrato, com prazo de conclusão de 90 dias, foi contratado pelo valor global de R$ 139.949,00 (cento e trinta e nove mil e novecentos e quarenta e nove reais).
Faz parte ainda da reforma, o fornecimento e a substituição de outros equipamentos ou acessórios diversos avariados ou faltantes.
A lancha, adquirida em janeiro de 2009, é do tipo patrulha, com capacidade para dez pessoas.
Novo motor

O contrato prevê, além da reforma geral, deverá ser fornecido e instalado um novo motor de centro a diesel, em substituição ao motor de popa original a gasolina, com sistema de propulsão Rabeta – duo prop – hélices de aço inox, sistema hidráulico e ângulo de inclinação de 51º com características não poluentes e economia de combustível em média em 35% em relação aos modelos EFI, acompanhado ainda de todos os implementos necessários.
O novo motor, de 4 cilindros, deverá ter a potência mínima de 200 HP, superior ao atual que é de 175 HP.
Outros equipamentos
Além da reforma dos equipamentos atuais, a reforma deverá contemplar a instalação de farol de busca elétrico com comando no painel, um conjunto sirene High Light (giroflex), GPS tipo ECHO MAP 70 S ou similar, antena e rádio VHS, sistema de áudio com caixas acústicas e a instalação na proa, de uma proteção em aço inox com revestimento protetor de borracha, para atracação onde não haja píer normal.
A empresa contratada deverá dar garantia mínima de 1 (hum) ano para os serviços executados na lancha, exceto para o novo motor diesel, cuja garantia deverá ser no mínimo de 2 (dois) anos.

A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                                                                               
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                                                 
COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES