Postagem em destaque

HACKERS QUEREM BITCOINS PARA DEVOLVER CONTROLE DO PORTO DE FORTALEZA

Eles tomaram controle do sistema de gerenciamento de cargas e veículos na segunda-feira. Desde segunda-feira (28) o Porto do Mucuripe...

LEGISLAÇÕES

quarta-feira, 23 de outubro de 2019

0

EMPRESÁRIO SANTISTA SUSPEITO DE TRÁFICO INTERNACIONAL É PRESO NA ESPANHA



Eduardo Oliveira Cardoso foi capturado em uma feira de indústria alimentícia em Madri. Ele era procurado por ser integrante de uma organização criminosa.
Investigado por tráfico internacional de drogas, o empresário santista Eduardo Oliveira Cardoso, de 43 anos, foi capturado na terça-feira (22) em Madri. A Justiça brasileira deverá requerer a sua extradição.
Com prisão preventiva decretada pelo juiz federal Roberto Lemos dos Santos Filho, da 5ª Vara Federal de Santos, Eduardo participava de feira da indústria alimentícia na capital espanhola, apesar da sua condição de procurado.
Estande da empresa BRK em uma feira em Madri, na Espanha (Foto: Divulgação/Polícia Federal)

Em Santos, Eduardo é dono da Broker, fundada em 2002. Por intermédio desta empresa, seria despachado de navio para a Europa, via Porto de Santos, um carregamento de 1,4 tonelada de cocaína escondido em uma carga de frango congelado. O esquema foi descoberto ainda em solo brasileiro, em julho deste ano.

Atual empresa de Eduardo, a BRK International tinha um estande na feira. A Polícia Federal (PF) descobriu que o empresário estava na Espanha desde julho e que participaria do evento como expositor, solicitando apoio das autoridades espanholas para prendê-lo.
Filmagem
 Empresário foi flagrado escondendo cocaína em carga de frango — Foto: Reprodução

O empresário capturado em Madri é um dos investigados pela PF na Operação Alba Vírus. Em celulares apreendidos com acusados, há vídeos da organização criminosa preparando drogas para serem colocadas entre cargas lícitas a serem exportadas de navio.
Eduardo aparece em um desses vídeos. A gravação ocorreu no final de 2018 no galpão de uma empresa localizada na Grande São Paulo. A carga lícita era de frango, sendo ela despachada pelo porto paranaense de Paranaguá.
As filmagens eram feitas porque serviam de comprovação aos importadores europeus do embarque da cocaína no Brasil, segundo informou a delegada federal Fabiana Lopes Salgado.
O grupo é acusado de enviar cerca de seis toneladas de cocaína à Europa por Santos e outros complexos portuários. Em agosto, durante o cumprimento de mandados judiciais expedidos para a Alba Vírus, a PF apreendeu cerca de R$ 30 milhões em espécie, dez carros de luxo e 26 caminhões.

LEIA TAMBÉM: POLÍCIA FEDERAL DESMANTELA QUADRILHA DE TRÁFICO INTERNACIONAL EM DUAS OPERAÇÕES
Por ocasião do cumprimento dos mandados, Eduardo foi procurado em vários endereços pela PF, não sendo encontrado. Nas redes sociais, o empresário ostenta vida de padrão elevado e ações filantrópicas, com doações a entidades beneficentes.



Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      
                                                                                       
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.