Postagem em destaque

SINDICATO DENUNCIA DISCRIMINAÇÃO NA AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS

  Horas extraordinárias estariam sendo direcionadas e selecionadas a guardas portuários de menor salário O Sindicato dos Trabalhadores Adm...

LEGISLAÇÕES

sexta-feira, 7 de janeiro de 2022

0

RECEITA FEDERAL APREENDE 561 KG DE COCAÍNA NO PORTO DE SANTOS

 

A carga de café cru tinha como destino o Porto de Le Havre, na França

Em uma ação realizada no dia 27 de dezembro, equipes da Alfândega, da Receita Federal do Brasil (RFB) apreenderam, no Porto de Santos, litoral de São Paulo, 561 kg de cocaína escondidos em uma carga de exportação.

A carga de café cru tinha como destino o Porto de Le Havre, na França. Ela foi selecionada para conferência através de critérios objetivos de análise de risco, incluindo a inspeção não intrusiva por imagens de escâner.

Durante a inspeção, o cão de faro da RFB sinalizou positivamente para a presença de drogas. Inspecionada a carga, foram localizados diversos tabletes de cocaína em seu interior, que totalizaram 561 kg

A droga foi encaminhada a Polícia Federal (PF), que seguirá com as investigações para identificar os envolvidos no tráfico internacional da droga.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário.