Postagem em destaque

CDRJ É CONDENADA A PAGAR DANOS MORAIS POR NÃO RENOVAR O PORTE DE ARMAS DE UM GUARDA PORTUÁRIO

  O magistrado assinalou que, ao proceder assim, a CDRJ expôs a vida e a integridade física do trabalhador a risco A Companhia Docas do Ri...

LEGISLAÇÕES

segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

0

RECEITA FEDERAL APREENDE 57 KG DE COCAÍNA EM TERMINAL DO PORTO DE PARANAGUÁ

 

Esta é a primeira apreensão de drogas no porto em 2022

Receita Federal do Brasil (RFB) realizou, no dia 7 desse mês, a apreensão de 57 kg de cocaína em um contêiner que tinha como destino final a Alemanha. Esta foi a primeira apreensão da droga realizada pelos servidores do órgão em 2022. No ano passado, a Receita Federal impediu o tráfico de 4.390,50 kg de cocaína em 23 operações realizadas no Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP), localizado no Complexo Portuário de Paranaguá, no litoral do Paraná.

A cocaína estava acondicionada em três malas que foram introduzidas no contêiner sem o conhecimento do exportador, através do método conhecido como "rip-on/rip-off". Ao passar pela verificação de rotina realizada por scanners, os servidores da RFB perceberam os volumes estranhos no interior do contêiner e efetuaram a apreensão.

A inspeção por "scanners" é uma das medidas adotadas pelo órgão para realizar a verificação das mercadorias de maneira não invasiva, garantido a agilidade no comércio exterior e ao mesmo tempo impedindo a ação de criminosos que buscam enviar ilegalmente produtos para fora do País.

A droga apreendida foi encaminhada para a Polícia Federal (PF) que prosseguirá com as investigações.




A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário.