Postagem em destaque

NOVO COMANDO NA GUARDA PORTUÁRIA DO RIO DE JANEIRO

Capitão reformado da Polícia Militar, Hugo, já comandou a Guarda Portuária em outra oportunidade No dia seis de setembro, o presid...

terça-feira, 28 de junho de 2016

0

CODESP INICIA LEVANTAMENTO DE VAGAS PARA SEU PRÓXIMO CONCURSO




Processo seletivo será realizado neste ano, mas não há informações de quantas vagas serão abertas

A Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), estatal que administra o Porto de Santos, iniciou um levantamento que vai identificar quantas vagas deverão ser preenchidas no próximo concurso público da empresa. De acordo com os números de funcionários na ativa, hoje, apenas 32 novos profissionais poderiam ser contratados imediatamente pela Autoridade Portuária.
O processo seletivo será realizado neste ano, mas não há previsão de quando as principais informações serão divulgadas ao público. Isto porque o número oficial de vagas a serem preenchidas pelo concurso ainda não foi fechado.
De acordo com a Companhia Docas, seu departamento de Recursos Humanos (RH) iniciou o levantamento desses dados. As primeiras informações são de que a empresa vai contratar profissionais de todos os níveis de escolaridade, mas é certo que será um número reduzido.
Segundo dados da Autoridade Portuária, atualmente, 1.556 funcionários atuam na Docas. No entanto, de acordo com uma portaria do Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Dest), órgão vinculado ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e que cuida da administração das estatais, a empresa não pode ultrapassar 1.588 colaboradores.
Diante disso, apenas 32 profissionais podem ser contratados imediatamente. Mas outras vagas podem ser abertas para cadastro de reserva.
As contratações serão para os setores de Engenharia, Operações Logísticas e Relações com o Mercado e a Comunidade, além de Administração e Finanças da empresa. Por isso, cada uma dessas áreas será responsável por informar sua demanda atual de funcionários.
A realização do concurso público da Codesp foi anunciada em janeiro deste ano pelo diretor-presidente da companhia, Alex Oliva. Segundo ele, o concurso integra sua estratégia para “oxigenar” os recursos humanos da empresa portuária e implantar um novo estilo de gestão, marcado pela cobrança de resultados.
No entanto, a diretoria-executiva da estatal só aprovou a realização do processo seletivo na semana passada, cinco meses depois. Agora, a Companhia Docas pretende abrir um processo licitatório para a contratação de uma empresa que será responsável por toda a organização do concurso. Isto inclui a elaboração do edital, a aplicação das provas e, posteriormente, a classificação dos candidatos.
Questionada, a Docas informou que não há previsão para a elaboração de um Plano de Desligamento Voluntário (PDV) na empresa, o que poderia ampliar o número de vagas a serem oferecidas no processo seletivo.


LEIA MAIS:




* Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto, não cabendo a esse Portal a emissão de qualquer juízo de valor.
                                                                                                                                                                                                                                               
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
                                                                                                                                                                                 
COMENTÁRIOS

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGISLAÇÕES