Postagem em destaque

CODESP: COMISSIONADO NÃO TERIA CURSO PARA ASSUMIR SUPERINTENDÊNCIA DA GUARDA PORTUÁRIA

Para exercer a superintendência da Guarda, o ex-militar Luis Fernando Baptistella teria que cumprir o que preconiza a Constituição da...

LEGISLAÇÕES

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

0

GUARDA PORTUÁRIA TEM NOVO COMANDO NOS PORTOS DE PARANAGUÁ E RIO DE JANEIRO




Nomeados para exercer esse cargo que não cumpriam exigência tiveram que ser posteriormente exonerados após denúncias

No Paraná, os portos de Paranaguá e Antonina, geridos pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), a Guarda Portuária passou a ser comandada pelo Major César Kamakawa. Ele assumiu o cargo no dia 29 de janeiro em substituição ao Capitão Alfredo Bednarczuk, nomeado pelo Diretor-Presidente, Luiz Fernando Garcia da Silva.


No período em que esteve no comando do 9º Batalhão de Polícia Militar, de 2015 a 2017, ele recebeu diversas homenagens, entre elas, a de certificado de Parceiro do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar).
Segundo algumas pessoas ouvidas pelo Portal Segurança Portuária em Foco, Kamakawa não possui o curso de Supervisor de Segurança Portuária, uma das exigências da Portaria nº 350, de 02 de outubro de 2014, da Secretaria Especial de Portos da Presidência da República (SEP/PR).
Cabe lembrar que nos portos do Rio de Janeiro e de Santos, nomeados para exercer esse cargo que não cumpriam essa exigência tiveram que ser posteriormente exonerados após denuncias na Agência Nacional de Transportes Aquaviários - ANTAQ e junto ao Ministério Público.
No Rio de Janeiro
No Estado do Rio de Janeiro, nos portos administrados pela Companhia Docas do Rio de Janeiro – CDRJ, na última segunda-feira (04) quem assumiu o comando foi José Tadeu Diniz da Paixão.
Ele substituiu o inspetor da Guarda Portuária, Itacolomi Abreu dos Santos, que em 12 de dezembro do ano passado tinha assumido o posto no lugar de Amauri Carlos de Faria, que estava no cargo desde março, e vinha realizando um excelente trabalho na frente da corporação.
José Tadeu, diferente de Kamakawa, do Porto de Paranaguá, cumpre todas as exigências da Portaria 350, da SEP. Ele é advogado e guarda portuário há quatorze anos.
Alguns integrantes da categoria ouvidos pelo nosso Portal acreditam que com José Tadeu a Guarda Portuária terá continuidade nos avanços, tanto em termos de infraestrutura como operacionalmente, conquistados na gestão de Amauri.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.          

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.                                                                                                                    
                   COMENTÁRIOS                                   
Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.