Postagem em destaque

FRAUDE TRABALHISTA CONTINUA NA GUARDA PORTUÁRIA DO PORTO DE SANTOS

Funcionários revelam que 29 guardas recebem salários, mas não cumprem turno e trabalham até como policiais civis. A Companhia Docas...

LEGISLAÇÕES

quinta-feira, 9 de julho de 2020

0

GUARDA PORTUÁRIO ASSUME O CARGO DE SUPERINTENDE DA GPORT NO PORTO DE SANTOS




Desde 2004 um funcionário de carreira não comandava a Guarda Portuária (Gport).
A Guarda Portuária (GPort) do Porto de Santos, no litoral de São Paulo, passou a ter na sua Superintendência um guarda portuário de carreia, empregado da Autoridade Portuária de Santos (APS) desde 2005.
A nomeação de Wagner Pinheiro de Almeida, natural de Santos-SP, 38 anos, casado, ocorreu na última terça-feira (07). Em março de 2014 ele foi nomeado para a Função de Confiança de Coordenador e em novembro de 2016 passou a exercer a Função de Confiança de Chefe de Serviços na Guarda Portuária. Desde novembro de 2017 ocupava o cargo de Gerente de Operações da GPort.
Graduado em Direito, Pós Graduado em Direito Público e Gestão Pública, e atualmente estácursando “Master em Logística y Gestión Portuaria pela Universidad Politécnica de Valencia” – Espanha, ele é credenciado como Supervisor de Segurança Portuária (SSP ou PFSO em inglês) e Auditor em Segurança de Instalação pela Comissão Nacional de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (CONPORTOS).
Indicação
De acordo com o presidente da APS, Fernando Biral, Pinheiro foi uma indicação do ex-superintendente, o oficial da Marinha Luis Fernando Baptistella, que decidiu deixar o cargo por "questões pessoais".
De acordo com Biral, a sugestão foi aceita porque Pinheiro tem 15 anos de casa e já ocupava o cargo de Gerente na GPort. “Ele tem uma grande capacidade de liderança, tem o respeito da Guarda. Foi escolhido pelo seu potencial".
Desde 2004 que um guarda portuário da casa não assumia esse posto. O último foi nomeado em 2002, quando o então Inspetor Messias Batista foi nomeado para o cargo. Em março de 2018 o guarda portuário Marlon Ramos Figueiredo assumiu o cargo de Superintendente, no entanto, ele era oriundo da Guarda Portuária do Porto do Rio de Janeiro.
Investimentos
Segundo o presidente, a APS pretende investir mais de R$ 10 milhões, nos próximos 18 meses, para assegurar o funcionamento pleno do ISPS Code no complexo santista. Estão previstos a substituição de equipamentos e o desenvolvimento de softwares, entre outras ações.


A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Guarda Portuária e a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.
      
* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos.