Noticias e artigos em tudo que envolve a segurança nos portos do Brasil

Postagem em destaque

OPERAÇÃO CONJUNTA DA GUARDA PORTUÁRIA E POLÍCIA CIVIL PRENDE HOMEM APONTADO COMO INTEGRANTE DO COMANDO VERMELHO

  Ele tinha um mandado de prisão preventiva pelo crime de associação para o tráfico de drogas Na noite da sexta-feira (26/01), a Guarda Po...

LEGISLAÇÕES

terça-feira, 20 de junho de 2023

0

FINANCIADOR DO ESQUEMA DE TRÁFICO INTERNACIONAL É CONDENADO A 20 ANOS DE PRISÃO

 

Esquema iria enviar para Portugal 253 kg de cocaína, dentro de um contêiner com carga de milho. A droga estava escondida em um galpão em Vila Velha

O Ministério Público Federal (MPF) no Espírito Santo obteve a condenação de José Luis Guedes Welbert, de 54 anos, pelos crimes de tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro. Foi fixada pena de 20 anos, dois meses e 15 dias de reclusão, em regime inicialmente fechado, além do pagamento de 1.566 dias-multa. José Luis foi identificado como o financiador do esquema e está preso desde junho de 2018.

A Justiça, no entanto, absolveu José Luis do crime de associação para o tráfico, mas o MPF/ES recorreu da decisão. Ele foi o financiador do esquema que iria enviar para Portugal 253 kg de cocaína, dentro de um contêiner com carga de milho. A droga estava escondida em um galpão em Vila Velha, quando seis envolvidos foram presos. Número do processo: 5007522-03.2018.4.02.5001/ES.

Esquema

Oito envolvidos no esquema já haviam sido denunciados pelo MPF em janeiro de 2018, no processo número 0502151-23.2017.4.02.5001. Entre eles o ex-presidente da Desportiva, Edney José da Costa, e Elio Rodrigues, que foi condenado pela Justiça Federal em primeira instância por participação no caso do helicóptero apreendido com 445 kg de cocaína, em 2013, numa fazenda no Espírito Santo.

De acordo com as investigações, o grupo recebeu, guardou e manteve em depósito 253 kg de cocaína, que foi inserido em um contêiner carregado com milho, com a violação de seu lacre e substituição por um falsificado, para transportá-lo e exportá-lo para Portugal por via marítima, sem autorização legal. A quadrilha utilizou um galpão em Rio Marinho, Vila Velha, para fazer a camuflagem da droga dentro do contêiner.

Fonte: MPF


Esta publicação é de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou. A nossa missão é manter informado àqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com a Segurança Portuária em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor.      

* Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais deste Portal, tem a reprodução autorizada pelo autor, desde que, seja mencionada a fonte e um link seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários publicados não representam a opinião do Portal Segurança Portuária Em Foco. A responsabilidade é do autor da mensagem. Não serão aceitos comentários anônimos. Caso não tenha conta no Google, entre como anônimo mas se identique no final do seu comentário e insira o seu e-mail.